Sam Webb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Sam Webb
Líder do Partido Comunista dos Estados Unidos da América
Mandato 2000 – presente
Antecessor(a) Gus Hall
Vida
Nascimento 16 de Julho de 1945 (69 anos)
 Estados Unidos, Maine
Dados pessoais
Alma mater Mestrado em economia, Universidade de Connecticut
Partido CPUSA
Profissão Ativista político, escritor

Sam Webb (Maine, 16 de julho de 1945) é um escritor e ativista político estadunidense, que lidera o Partido Comunista dos Estados Unidos da América desde 2000.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Webb nasceu no Maine e se formou em 1967 pela Universidade de São Francisco Xavier na província canadense de Nova Escócia. Ele recebeu mestrado em economia pela Universidade de Connecticut. De 1978 a 1988 atuou como organizador do Partido Comunista a nível estadual em Michigan. Atualmente reside na cidade de Nova Iorque.

Posições políticas[editar | editar código-fonte]

Webb sempre foi bastante crítico em relação às instituições e estruturas de classe mantidas pelos diversos governos federais dos Estados Unidos, mas se mantém relativamente acrítico aos princípios democráticos que estes governos afirmam defender (como a democracia e a separação dos poderes), o que é consistente com as políticas atuais do Partido Comunista. Webb é um defensor convicto do socialismo e da democracia.

Webb liderou o partido quando este decidiu apoiar alguns candidatos do Partido Democrata durante a eleição presidencial de 2004. Enquanto o Partido Comunista se opõe aos dois partidos por serem representantes do sistema capitalista, seus membros defendem que a dominação do Partido Republicano é perigosa. Webb defende que a classe trabalhadora e a democracia estão em risco caso os Republicanos permaneçam no poder. Ele chamou o presidente Barack Obama de "advogado do povo" e afirmou que algumas de suas primeiras medidas, em reversão a políticas de George W. Bush, foram louváveis.

Webb é alvo de crítica frequente da esquerda estadunidense por fazer o Partido Comunista abraçar a social democracia e abandonar de vez sua conexão teórica com o pensamento leninista.