Sazae-san

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde fevereiro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Sazae-san
サザエさん
Gênero Comédia
Mangá
Autor Machiko Hasegawa
Editora(s) Japão Asahi Shimbun
Revista Fukunichi Shinbun, Asahi Shinbun
Público-alvo Josei
Data de publicação 22 de abril de 1946 – 21 de fevereiro de 1974
Volumes 45
Anime
Estúdio TCJ, mais tarde Eiken
Exibição original 5 de outubro de 1969 – em andamento
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Sazae-san (サザエさん) é uma revista de quadrinhos japonesa criada por Machiko Hasegawa. Foi publicado pela primeira vez num jornal local de Hasegawa, o Fukunichi Shinbun, em 22 de abril de 1946. Quando Asahi Shinbun (朝日新聞) desejava ter Hasegawa desenhando quadrinhos para o seu jornal, ela se mudou para Tóquio em 1949, com a explicação de que os personagens principais se mudaram de Kyushu para Tóquio também. A história em quadrinhos lidava com situações contemporâneas em Tóquio e foi publicada até Hasegawa se aposentar e terminar os quadrinhos em 21 de fevereiro de 1974.

Embora sendo pouco conhecida no ocidente a personagem é bastante famosa no Japão sendo que seu anime possui 6000 episódios (e mais de 7000 histórias) e ainda se encontre em exibição ininterrupta sendo provavelmente o anime mais assistido no Japão.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O mangá era muito atual. No início, Sazae estava mais interessada em ser ela mesma do que vestir quimono e maquiagem para atrair seu futuro marido. Hasegawa tinha a visão de que mais adiante, em suas palavras, o clã Isono / Fuguta iria encarnar a imagem da família moderna japonesa após a Segunda Guerra Mundial .

Sazae era uma mulher muito "liberal", e muitas das tramas iniciais giravam em torno de Sazae em torno de seu marido, para a consternação de seus vizinhos, que acreditavam que o homem deve ser o cabeça de sua família. Mais tarde, Sazae se tornou feminista e estava envolvida em muitas situações cômicas sobre sua filiação com grupos locais feministas.

e

Hoje, o popular anime Sazae-san é frequentemente tomada com nostalgia para a sociedade tradicional japonesa (já que carece de maravilhas modernas, tais como jogos de vídeo e a cultura otaku), ainda que fosse de esquerda, a ponto de controvérsia quando funcionou originalmente em jornais japoneses.