Segunda Guerra Sacra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Segunda Guerra Sacra
Data c. 449 a.C.448 a.C.
Local Grécia continental
Desfecho Devolução à Fócida de seus antigos direitos de soberania sobre o oráculo de Delfos.
Mudanças
territoriais
Nenhuma mudança territorial
Combatentes
Atenas,
Fócida
Esparta,
Delfos
Principais líderes
Péricles

A Segunda Guerra Sacra foi realizada entre 449 a.C.-448 a.C., e resultou num confronto indireto entre Atenas e Esparta, durante a chamada Primeira Guerra do Peloponeso.

A guerra eclodiu quando Esparta separou o território de Delfos da Fócida e lhe concedeu independência, devolvendo-o aos habitantes locais.1 Os atenienses, no entanto, tomaram as dores dos delfos, e, em 448 a.C., o exército ateniense, liderado por Péricles, foi destacado para a cidade, visando restaurar à Fócida seus direitos de soberania sobre o oráculo de Delfos.2 Imediatamente após os espartanos abandonarem a região, os atenienses a capturaram e devolveram aos fócios.

As atuações militares de Esparta e Atenas foram rápidas e efetivas, e não há qualquer evidência de que ela teria afetado os peregrinos que consultavam a Pítia no oráculo.1 Em contraste à Terceira Guerra Sacra, esta guerra foi curta, e não foi tão ferrenha.1

Referências

  1. a b c M. Dillon, Pilgrims and Pilgrimage in Ancient Greece, 51
  2. Tucídides, I, 112 e Plutarco, Péricles, XXI (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.