Sociedade científica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

Uma sociedade científica , sociedade douta ou sociedade erudita é uma associação de especialistas ou eruditos de um ramo do conhecimento ou das ciências em geral. Que os permitem reunir-se, de expor os resultados de suas pesquisas, de confronta-los com outros colegas, especialistas dos mesmo domínios do conhecimento, e difundir seus trabalhos através de uma publicação especializada.

As sociedades podem ser muito gerais na natureza, tal como a Associação Americana para o Avanço da Ciência, específico à uma disciplina dada, tal como a Associação Moderna da Língua, ou específico à uma área de estudo dada, tal como Associação Americana dos Professores de Yiddish.

A maioria é especifica a um ou outro país ( embora algumas aceitem membros estrangeiros ), frequentemente com filiais locais , ou são internacionais como a Federação Internacional das Associações de Bibliotecas que, no caso, tem em alguns paises filiais nacionais. Porém muitas são locais, como a Sociedade Médica de Massachussetts, os editores do internacionalmente conhecido Jornal de Medicina da Nova Inglaterra.

Muitas conferem honrarias, títulos e medalhas aos seus membros mais destacados.

As sociedades geralmente sobrevivem de doações governamentais, de universidades e de outros meios, como taxas de cobrança dos seus associados e vendas dos seus periódicos científicos.

Algumas das sociedades científicas mais antigas são a Academia de Lincei (1603), a Academia francesa (1635) , a Royal Society de Londres (1660)e a Académie des Sciences (1666).