Túmulo de Absalão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fotografia mostrando o Túmulo de Absalão.

O Túmulo de Absalão (em hebraico: יד אבשלום), também chamado de Pilar de Absalão, é uma antiga monumental tumba de pedra de corte com um telhado cónico localizado no Vale do Cédron - ao lado do Monte do Templo - em Jerusalém. Embora tradicionalmente atribuída a Absalão, o filho rebelde do Rei Davi de Israel (cerca de 1000 a.C.), um estudo recente atribuiu-o ao primeiro século d.C.

Descrição da Tumba[editar | editar código-fonte]

A Tumba de Absalão têm aproximadamente 47 metros de altura. A metade inferior do monumento é um bloco sólido, monolítico, com cerca de 20 metros quadrados por 21 pés de altura, cercada em três lados por passagens que separam as paredes do penhasco do Monte das Oliveiras. A metade superior é construída de cantaria pedras e é oco, com um orifício de acesso do lado sul a meio caminho. Dentro desta parcela há uma sala de oito pés quadrados, com sepulturas em dois lados e um pequeno nicho de sepultamento1 . Uma análise dos estilos arquitetônicos utilizados indica que a construção do monumento e sua primeira fase de utilização aconteceu durante o primeiro século d.C.

Referências

  1. "Suplemento Arqueológico: Tumba de Absalão", na Cadeia Bíblia de Referência de Thompson, edição 1964, pág. 311. Página visitada em 17 de fevereiro de 2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre Israel é um esboço relacionado ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.