Thiago Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thiago Silva
Thiago Silva
Informações pessoais
Nome completo Thiago Emiliano da Silva
Data de nasc. 22 de setembro de 1984 (30 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Altura 1,82 cm [1]
Ambidestro
Apelido Monstro, TS3, Rei, Pelé da Zaga
Informações profissionais
Clube atual França Paris Saint-Germain
Número 2
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
1998
2000
2001–2002
Brasil Fluminense
Brasil Barcelona
Brasil Fluminense
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
2003
2004
2005
2005
2006
2006–2008
2009–2012
2012–
Brasil RS Futebol
Brasil Juventude
Portugal FC Porto B
Rússia Dínamo Moscou
Brasil Fluminense (emp.)
Brasil Fluminense
Itália Milan
França Paris Saint-Germain
0000 0000(0)
0029 0000(3)
0000 0000(0)
0000 0000(0)

0146 000(14)
0119 0000(6)
0078 0000(6)
Seleção nacional3
2008–2012
2008–
Brasil Brasil Olímpico
Brasil Brasil
0008 0000(0)
0052 0000(3)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 21 de outubro de 2014.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 12 de julho de 2014.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 Futebol
Bronze Pequim 2008 Futebol

Thiago Emiliano da Silva (Rio de Janeiro, 22 de setembro de 1984) é um futebolista brasileiro, que atua como zagueiro. Atualmente, joga pelo Paris Saint-Germain.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Thiago Silva começou sua história numa escolinha de futebol da zona oeste do Rio de Janeiro, que era na verdade um núcleo do Fluminense e foi lá que o pequeno Thiago deu seus primeiros passes e chutes. O caminho até chegar de fato às divisões de base do Tricolor levou quase seis anos e aconteceu quando Thiago disputou amistoso contra o mirim do Fluminense, em Xerém, e chamou a atenção do técnico Maurinho, que o convidou para um teste. Incorporado ao time no Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, em Xerém, ele atuou como volante, mas teve poucas oportunidades e decidiu sair dali para um outro núcleo do clube em Campo Grande.

Em 1999, na condição de Infantil (Sub-15), Thiago decidiu buscar novamente uma chance numa equipe de competição, já que os núcleos geralmente trabalham apenas a formação dos atletas para entregá-los aos clubes. Fez testes no Madureira, Olaria e Flamengo, este último o mais traumático, pois o jovem foi reprovado com a certeza de que sequer foi observado pelos treinadores.

No ano seguinte, Thiago se destacou jogando pelo Barcelona. Foi assim que um amigo de Paulo César Carpegiani o viu e convidou o ainda volante para o RS Futebol, clube recém-fundado por Carpegiani na cidade gaúcha de Alvorada. Em 2001, antes mesmo de chegar aos 18 anos de idade, Thiago foi profissionalizado e disputou a Terceira Divisão do Gaúcho e outros torneios com a equipe principal. Uma experiência que valeu ouro e convocações para as divisões de base da Seleção Brasileira.

Após virar profissional, foi transferido para o Juventude, onde teve um grande desempenho no Brasileirão de 2004, o que o credenciou a uma transferência para o exterior, para o Porto, de Portugal, onde firmou contrato de cinco anos.[2]

Após diversos problemas respiratórios devido ao frio e de contusão, teve poucas oportunidades, e foi então emprestado para o Dínamo Moscou, da Rússia, em janeiro de 2005. Porém em Moscou, devido ao frio intenso, os problemas de saúde se agravaram e Thiago Silva teve uma séria tuberculose, ficando quatro meses internado, enfrentando seus momentos mais difíceis da carreira

[3]

Fluminense[editar | editar código-fonte]

A volta para o Brasil aconteceu em 2006, por empréstimo, para o time de seu coração, o Fluminense. Mesmo com as dificuldades enfrentadas pelo time naquele ano, o zagueiro se destacou e virou ídolo da torcida.[4]

Em 2007, consolidou seu bom momento e novamente se destacou por todo o ano, com o título da Copa do Brasil de 2007 e a boa colocação no Brasileirão, e foi nessa temporada que suas principais características começaram a aparecer: o chute fortíssimo de perna direita, seus dribles, os desarmes precisos e a velocidade pouco usual para zagueiros. Mostrando que a boa fase é realmente realidade na sua carreira, ajudou o Fluminense a chegar ao vice-campeonato da Copa Libertadores da América de 2008.[5] [6]

Em 2008, marcou contra o Boca Juniors na Libertadores em um empate por 2 a 2 em La Bombonera.[7]

Milan[editar | editar código-fonte]

Thiago Silva antes de uma partida pelo Milan

Em dezembro de 2008, Thiago Silva foi negociado com o Milan, da Itália, por 10 milhões. Sua estreia pelo clube Rossonero aconteceu em 21 de janeiro de 2009, em um amistoso contra o alemão Hannover 96, em que o Milan empatou por 2 a 2, com boa performance do zagueiro, que jogou os 90 minutos da partida.[8]

Porém, Thiago foi integrado ao elenco para partidas oficiais apenas em julho de 2009, sete meses após sua contratação, isso porque o clube milanês já havia atingido o limite de jogadores sem passaporte da União Europeia durante a temporada 2008-09. Desde que passou a atuar como titular, Thiago Silva tem sido muito eficaz em seus desarmes e vem sendo bastante elogiado também por suas ocasionais arrancadas até o ataque, devido à sua velocidade. Marcou seu primeiro gol pela Serie A em 8 de novembro de 2009, aos 21 minutos da vitória por 2 a 1 sobre a Lazio. Na primeira temporada, se destacou, e substituiu muito bem o ídolo do clube, Paolo Maldini.

Em 2011 consolidou-se, foi considerado na Itália como um dos melhores zagueiros do ano no mundo, considerado o melhor zagueiro rossoneri, desbancando outro ídolo, Alessandro Nesta.[9]

No dia 13 de setembro de 2011, na estreia do Milan na Liga dos Campeões da UEFA de 2011–12, contra o Barcelona, no Camp Nou, o zagueiro brasileiro marcou o gol de empate Rossonero na partida, aos 47 minutos do segundo tempo. O jogo acabou em 2 a 2, os outros gols foram marcados por Alexandre Pato, Pedro e David Villa.[10]

No dia 27 de novembro de 2011, Thiago Silva vestiu, pela primeira vez, a faixa de capitão na equipe Rossonera, marcando um gol contra o Chievo.

Em junho de 2012, o Milan recusou a maior oferta do mundo já feita por um zagueiro, 46 milhões de euros, que veio do PSG.[11]

Paris Saint-Germain[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter recusado a primeira investida dos franceses do PSG, Silvio Berlusconi confirmou, em 13 de julho de 2012, a venda do zagueiro, junto com o atacante Zlatan Ibrahimović, à equipe parisiense. Estreou no dia 18 de setembro, marcando um dos gols da vitória por 4 a 1 sobre o Dínamo de Kiev, em jogo realizado no Parc des Princes.[12] Fez seu segundo gol pelo PSG contra o Porto, em vitória por 2 a 1 dentro de casa.[13] Fez sua estreia no Campeonato Francês no fim de semana seguinte, jogando os 90 minutos em uma vitória sobre o CA Bastia por 4 a 0, em 22 de setembro.[14] Marcou seu terceiro gol pelo PSG em um pênalti contra o Olympique de Marseille, em 31 de outubro.[15] Thiago Silva ganhou o prêmio de melhor jogador do Campeonato Francês do mês de março, recebendo 71% dos votos.[16] Foi expulso no jogo contra o Valenciennes, no empate por 1 a 1 em casa, perdendo a chance de ficar próximo do título francês.[17] Conquistou o título do campeonato francês contra o Lyon em 12 de maio, na vitória por 1 a 0.[18] [19]

Seleção nacional[editar | editar código-fonte]

Thiago Silva antes do embarque da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2010.
Thiago Silva durante um jogo da Copa do Mundo de 2014, onde foi o capitão da seleção.

Em junho de 2008, foi convocado pelo treinador Dunga para dois jogos pelas Eliminatórias da Seleção Brasileira.

Dois meses depois, foi convocado para participar das Olimpíadas de 2008, como um dos atletas acima de vinte e três anos. O jogador se contundiu na preparação e acabou atuando em apenas dois jogos, sendo um como titular.

Pouco depois, passou a ser constantemente convocado para os amistosos da seleção ao longo de 2008, tendo chamado atenção internacional ao aplicar um chapéu sobre o português Cristiano Ronaldo.

Após alguns meses sem ter sido chamado, voltou a ser convocado por Dunga em novembro de 2009, para os amistosos contra a Inglaterra, em 14 de novembro, e contra Omã, em 17 de novembro. Thiago Silva foi chamado para o lugar de Luisão, cortado por lesão. No dia 9 de fevereiro de 2010, ele foi chamado novamente à seleção para o último amistoso antes da Copa do Mundo FIFA de 2010, em que o Brasil venceu por 2 a 0. No dia 11 de maio de 2010, Thiago Silva foi convocado pelo técnico Dunga para disputar a Copa do Mundo de 2010 pela Seleção Brasileira.

No dia 10 de agosto de 2010, foi chamado pelo técnico Mano Menezes para jogar o amistoso contra os Estados Unidos e, desde então, vem formando a zaga titular brasileira ao lado de David Luiz.

No primeiro ano da seleção de Mano Menezes, Thiago Silva foi convocado para todos os jogos, e foi também convocado para todos os jogos do ano de 2011.

No dia 30 de maio de 2012, marcou seu primeiro gol com a camisa da Seleção Brasileira na vitória por 4 a 1 sobre os Estados Unidos, em jogo realizado na capital norte-americana.[20]

Em 14 de maio de 2013, foi convocado para a Copa das Confederações, no Brasil.[21] [22]

No dia 10 de setembro de 2013, fez um belo gol de cabeça contra Portugal em Boston, saltando mais de 2 metros para fazer o gol, que foi o primeiro na vitória brasileira por 3 a 1 sobre Portugal.

No dia 7 de maio de 2014, foi convocado para a Copa do Mundo de 2014.[23]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Clube Temporada Liga Copa Competição
Continental1
Outras
Competições
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Juventude 2004 28 3 1 0 29 3
Total 28 3 1 0 29 3
Porto 2004–05 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0
Dínamo Moscou 2005 0 0 0 0 0 0 0 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0
Fluminense 2006 31 0 8 0 4 0 4 0 47 0
2007 30 5 12 3 11 0 53 8
2008 20 1 12 2 14 3 46 6
Total 81 6 20 3 16 2 29 3 146 14
Milan 2009–10 33 2 0 0 7 0 40 2
2010–11 33 1 3 0 6 0 42 1
2011–12 27 2 2 0 7 1 1 0 37 3
Total 93 5 5 0 20 1 1 0 119 6
PSG 2012–13 22 0 3 1 9 2 34 3
2013–14 28 3 6 0 7 0 1 0 42 3
2014–15 1 0 0 0 1 0 0 0 2 0
Total 51 3 9 0 17 2 1 0 78 6
Total na carreira 253 17 35 4 53 5 31 3 372 29

¹Em competições continentais, incluindo jogos e gols da Copa Libertadores da América e Copa Sul-Americana e Liga dos Campeões da UEFA.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Brasil
Ano Jogos Gols
2008 3 0
2009 3 0
2010 5 0
2011 13 0
2012 8 1
2013 12 1
2014 7 1
Total 52 3

Gols pela seleção[editar | editar código-fonte]

Data Local Resultado Adversário Competição Gols
1. 30 de maio de 2012 FedEx Field, Washington, Estados Unidos 4–1 Flag of the United States.svg Estados Unidos Amistoso 1
2. 10 de setembro de 2013 Gillette Stadium, Foxborough, Estados Unidos 3–1 Flag of Portugal.svg Portugal Amistoso 1
3. 4 de julho de 2014 Arena Castelão, Fortaleza, Brasil 2–1 Flag of Colombia.svg Colômbia Copa do Mundo 1

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense
Milan
PSG
Seleção Brasileira

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://pt.fifa.com/worldcup/players/player=289964/index.html
  2. UEFA Member Associations. Visitado em 15 de janeiro de 2009.
  3. Thiago Silva (Thiago Emiliano da Silva de Souza) (em português) Futpédia.com. Visitado em 20 de abril de 2009.
  4. Thiago Silva è del Milan È lui l'erede di Maldini (em italiano). Visitado em 20 de janeiro de 2009.
  5. Thiago Silva al Milan Lo vuole anche Dinho (em italiano). Visitado em 22 de janeiro de 2009.
  6. Sheva... 2 Times Pippo (em italiano). Visitado em 27 de janeiro de 2009.
  7. Boca Juniors 2 x 2 Fluminense - COPA LIBERTADORES 2008 (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 14 de julho de 2008.
  8. Siena 1–2 Milan: Pato Bags Brace As Rossoneri Make Positive Start (em inglês). Visitado em 22 de agosto de 2009.
  9. A.C. MILAN COMUNICATO UFFICIALE (em italiano). Visitado em 17 de maio de 2011.
  10. Milan tie Silva to new contract (em inglês). Visitado em 2 de julho de 2012.
  11. DALEY, Terry (15 de junho de 2012). Milan recusou oferta de US$58 mi por Thiago Silva, diz Berlusconi (em português) Extra.com. Visitado em 15 de junho de 2012.
  12. Paris Saint-Germain x Dínamo de Kiev (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 19 de setembro de 2012.
  13. Paris Saint-Germain x FC Porto (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 4 de dezembro de 2012.
  14. Bastia 0-4 Paris Saint-Germain. Visitado em 22 de setembro de 2012.
  15. FEUILLE DE MATCH PARIS SAINT-GERMAIN - OLYMPIQUE DE MARSEILLE. Visitado em 14 de março de 2013.
  16. Thiago Silva é eleito o melhor jogador do Campeonato Francês em março (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 10 de abril de 2013.
  17. Thiago Silva é expulso e PSG perde chance de colocar mão na taça (em português) Esportes.Terra.com. Visitado em 6 de maio de 2013.
  18. PSG vence Lyon e conquista o Campeonato Francês (em português) oGol.com. Visitado em 12 de maio de 2013.
  19. Fim da seca: PSG passa pelo Lyon e é campeão francês pela terceira vez (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 13 de maio de 2013.
  20. Estados Unidos 1 x 4 Brasil (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 30 de agosto de 2008.
  21. Confira a lista de convocados por Felipão para a Copa das Confederações (em português) Estadão.com. Visitado em 14 de maio de 2013.
  22. Sem Kaká e Ronaldinho, Felipão convoca seleção para Copa das Confederações (em português) oGol.com. Visitado em 15 de maio de 2013.
  23. Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo (em português) GloboEsporte.com (7 de maio de 2014). Visitado em 7 de maio de 2014.
  24. Thiago Silva supera Ramires e leva o Samba de Ouro pelo 2º ano seguido (em português) GloboEsporte.com. Visitado em 1 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Thiago Silva
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.