Titulus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Na tradição cristã, um titulus é uma igreja em um conjunto de igrejas cristãs primitivas (cujo conjunto é chamado de "tituli"), construídas ao redor dos limites da cidade de Roma, às quais foram atribuídas padroeiros que as identificavam: "receberam o nome tituli, do nome do fundador ou proprietário que mantinha a propriedade sob a custódia da Igreja" (Enciclopédia Católica de 1908).

O texto mais antigo que se refere a um titulus destes é o da defesa, no século IV, de Atanásio de Alexandria contra os arianos. No final do século V, o Liber Pontificalis reconhecia 25 tituli. Foram adicionados mais três no século XII.

No catolicismo, o proprietário de uma destas igrejas é um "titular". Estes eram inicialmente, por tradição, cidadãos romanos com uma posição social proeminente. A primeira igreja em Roma a ter um titular não italiano foi Santi Quattro Coronati. Dietrich de Trier foi nomeado cardeal-presbítero de do título em 975 por Papa Bento VII. Essa basílica menor já era conhecida como Titulus Aemilianae, cuja origem provavelmente está no nome da doadora do terreno onde está a basílica, a dona de uma villa suburbana de Roma, cujas fundações são evidentes sob a igreja.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]