Valério Máximo Basílio (prefeito urbano em 319)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lúcio Valério Máximo Basílio
Nacionalidade Império Romano
Ocupação Senador
Título

(Lúcio) Valério Máximo (Basílio)[nt 1] (fl. século IV) foi um senador romano que ocupou alto cargo durante o reinado do imperador romano Constantino. Foi um membro do gens patrício Valéria do século IV, seja filho de Valério Messala, o cônsul romano de 280, ou (mais provável) outro descendente de Lúcio Valério Cláudio Poplícola Balbino Máximo, o cônsul em 253.[1] Especula-se que Valério Máximo casou-se com a filha de Septímio Basso e teve um filho chamado Valério Máximo.[2]

Um pagão, o início da carreira de Valério Máximo é desconhecido. Ele deve ter tido uma carreira de sucesso político, tendo ele sido nomeado prefeito urbano de Roma, servindo de 1 de setembro de 319 a 13 de setembro de 323.[3] Ficou em seu posto enquanto o imperador Constantino estava em campanha nos Bálcãs e o filho do imperador, o césar Crispo estava em Augusta Treveroro. Permanecido por um período anormalmente longo e, na ausência imperial, ressalta a confiança imperial que o recobre.[4]

Notas

  1. O prenome Lúcio e o agnome Basílio são assumidos.

Referências

  1. Mennen 2011, p. 127
  2. Settipani 2000, p. 229
  3. Martindale 1971, p. 589
  4. Potter 2004, p. 389

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones. The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. [S.l.: s.n.], 1971.
  • Mennen, Inge. Power and Status in the Roman Empire, AD 193-284. [S.l.: s.n.], 2011. ISBN 9789004203594
  • Potter, David S.. The Roman Empire at Bay: AD 180-395. [S.l.: s.n.], 2004. ISBN 0-203-40117-4
  • Settipani, Christian. Continuité gentilice et continuité sénatoriale dans les familles sénatoriales romaines à l'époque impériale. [S.l.: s.n.], 2000.