Valentina (quadrinhos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Valentina
Comic image missing-pt.png
Editora Milano Libri
Publicação
Publicado em  Itália
Formato de publicação Série de graphic nvoels
Publicação original 1968
Última Publicação 1995
Gênero (s) Erótico
Personagens Valentina
Roteirista(s) Guido Crepax
Desenhista(s) Guido Crepax
Projecto Banda Desenhada  · Portal da Banda Desenhada

Valentina é uma série em quadrinhos italiana criada por Guido Crepax.

Personagem[editar | editar código-fonte]

Valentina Rosselli é uma fotojornalista milanesa. Foi inspirada na atriz do cinema mudo Louise Brooks.[1] Sua primeira aparição nos quadrinhos, foi como coadjuvante, na história de super-heróis intitulada "Neutron", publicada na revista italiana "Linus".[2]

Nasceu em 25 de Dezembro de 1942, em Milão, e é a única personagem dos quadrinhos à envelhecer durante as histórias. Tem 1 metro e 72 centímetros de altura e tem olhos azuis, como foi revelado em um dos álbuns.

Com o passar do tempo, as histórias de Valentina abandonaram os temas relacionados à ficção científica e adotaram uma complexa mistura de alucinações e sonhos eróticos. As tiras trabalham com bissexualidade, êxtase auto-erótico, e sadomasoquismo.

Valentina deixa o mundo dos quadrinhos em 1995 com a graphic novel Al Diavolo Valentina, com 53 anos de idade.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

As histórias da personagem foram publicadas no Brasil pelas editoras L&PM[3] e Conrad Editora.[4]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Valentina (1968), Milano Libri
  • Valentina speciale (1969), Milano Libri
  • Valentina con gli stivali (1970), Milano Libri
  • Baba Yaga (1971), Milano Libri, all'interno di Alì Baba Yaga
  • Ciao Valentina! (1972), Milano Libri
  • Valentina nella stufa (1973), Milano Libri
  • Diario di Valentina (1975), Milano Libri
  • A proposito di Valentina (1975), Quadragono Libri, edited by Francesco Casetti
  • Valentina in giallo (1976), Milano Libri
  • Valentina assassina (1977), Milano Libri
  • Ritratto di Valentina (1979), Milano Libri
  • Riflesso di Valentina (1979), Arnoldo Mondadori
  • Lanterna Magica (1979), Edizioni d'arte Angolare
  • Valentina pirata (1980), Milano Libri, in colour
  • Valentina sola (1981), Milano Libri, in colour
  • Valentina, storia di una storia (1982), Olympia Press
  • Per amore di Valentina (1983), Milano Libri
  • Io Valentina, la vita e le opere (1985), Milano Libri
  • Nessuno (1990), Milano Libri
  • Valentina e le altre (1991), Mondadori, collana Oscar
  • Valentina, la gazza ladra (1992), Rizzoli-Milano Libri
  • Valentina a Venezia (1992)
  • E Valentina va... (1994), Rizzoli-Milano Libri
  • Al diavolo, Valentina (1996)
  • In arte... Valentina (2001), Lizard Edizioni
  • Valentina (2003), Panini Comics

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Em 1973, Valentina foi interpretada por Isabelle De Funès no filme "Baba Yaga".[5] [6] Em 1989 a personagem foi interpretada por Demetra Hampton, na série para a televisão italiana Valentina.[7]

Em 2012 a personagem serviu de inspiração para o ensaio fotográfico de capa da edição de Março da revista Playboy no Brasil.[8]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.