Visão (banco de dados)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma visão, ou vista (em inglês: view), no contexto dos bancos de dados é um objeto que não armazena dados, e não uma relação, composto dinamicamente por uma consulta que é previamente analisada e otimizada. Isso significa que, diferentemente de tabelas, visões não são objetos físicos, ou seja, não ocupam espaço em disco. Alterações nos dados de tabelas que são acessadas por visões, consequentemente alteram os resultados gerados pelas consultas armazenadas nessas visões.

Entre as principais utilidades estão, a depender do SGBD utilizado, o aumento de segurança por propiciar uma visão limitada e controlada dos dados que podem ser obtidos da base e a performance por utilizar uma consulta previamente otimizada, tornando desnecessário este processo de otimização quando for realizada.

Fornece mecanismo de segurança, restringindo o acesso de usuários. Simplifica a interação entre usuário final e banco de dados.

Exemplo simples de um DDL para criação de uma visão (view) na maioria dos SGDBs:

CREATE VIEW ClientesVIP
AS
SELECT Nome1, Sobrenome1
FROM Clientes
WHERE VIP = 'S';


Ícone de esboço Este artigo sobre banco de dados é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.