Âmnio Anício Paulino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Âmnio Mânio Cesônio Nicômaco Anício Paulino Honório Júnior (em latim: Amnius Manius Caesonius Nicomachus Anicius Paulinus iunior signo Honorius), ou somente Âmnio Anício Paulino, foi um oficial romano do século IV, ativo durante o reinado dos imperadores da Tetrarquia.

Vida[editar | editar código-fonte]

Âmnio Anício Paulino era filho de Âmnio Anício Juliano e é possível que Mânlio Júnio Cesônio Nicômaco Anício Fausto Paulino era seu irmão. Também é possível que Âmnio foi pai de Anício Aucênio Basso. Ele foi honrado com uma estátua dourada colocada em Roma às custas do erário público; nela havia uma inscrição latina celebrativa: petitu populi R(omani), testimonio senatus, iudicio dd.nn. triumphatoris Aug. Gaesarumq(ue) (trad.: a pedido do povo romano, e sob testemunho do senado, decisão dos nossos senhores augustos e césares triunfadores). Ele também foi patrão do corpo dos corários (corpus corariorum) e restaurou a ínsula deles.[1]

A carreira de Âmnio é descrita em uma inscrição de Roma (vi 1682 = D 1220) e várias outras inscrições e fontes corroboram os dados. Sua primeira posição registrada foi a de legado de Cartago e sub procônsul da África, funções que deve ter exercido ca. 300/303. Em algum momento depois de 324, tornou-se procônsul da Ásia e Helesponto e juiz representante do imperador. Entre abril de 334 e 27 de abril de 335, Âmnio é registrado como prefeito urbano de Roma e juiz representante do imperador. Em 334, tornou-se cônsul posterior com Optato.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Martindale 1971, p. 679.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Amnius Manius Caesonius Nicomachus Anicius Paulinus iunior signo Honorius 14». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press 
Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
Dalmácio, o Censor
com Domício Zenófilo






Âmnio Anício Paulino
334

com Optato






Sucedido por:
Júlio Constâncio
com Ceiônio Rúfio Albino