Émile Coué

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Émile Coué
Émile Coué numa visita aos Estados Unidos em janeiro de 1917
Nascimento 26 de fevereiro de 1857
Troyes, na França
Morte 2 de julho de 1926 (69 anos)
Nancy, na França
Nacionalidade francesa
Ocupação psicólogo e farmacêutico

Émile Coué (Troyes, França, 26 de fevereiro de 1857Nancy, França, 2 de julho de 1926) foi um notável psicólogo e farmacêutico que criou um método de psicoterapia baseado na autossugestão.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Nascido na França, Émile Coué descendia da nobreza da Bretanha. Chamado "o pai do condicionamento aplicado" — expressão controvertida —, Coué aprendeu hipnose com Ambroise-Auguste Liébault (o fundador da Escola de Nancy, ou "Escola da Sugestão"). Em 1913, fundou a "Sociedade Lorraine de Psicologia Aplicada". Seu livro Automaestria por autossugestão consciente causou enorme sensação quando da publicação na Inglaterra, em 1920 e nos Estados Unidos, em 1922.

O "Método Coué"[editar | editar código-fonte]

Coué introduziu um novo método de psicoterapia: o estímulo do self pela autossugestão consciente. Modificou a teoria de Abade Faria, ao propor que a autossugestão flui da mente, mas um primeiro estímulo pessoal a aciona. Ao repetir palavras ou imagens como autossugestão à própria mente subconsciente, a pessoa pode condicioná-la e, então, a mente condicionada produzirá um comando autogênico quando necessário. Seu mantra familiar, "Todos os dias, sob todos os pontos de vista, eu vou cada vez melhor" (Tous les jours à tous points de vue je vais de mieux en mieux), às vezes é conhecido como coueísmo ou método Coué. O método depende em parte da repetição rotineira de uma fórmula (princípio da autossugestão), obedecendo a uma espécie de ritual no início do dia (ao despertar) e no final do dia (antes de adormecer).

Coué dizia que nunca curou ninguém, apenas ensinava as pessoas a se curar. Não há dúvida de que tais curas aconteceram de fato — estão bem documentadas —, porém o método Coué praticamente desapareceu desde a sua morte em 1926. É um método simples e todos podem aprender a praticá-lo. Sua essência está no controle mental. Nele, há dois princípios básicos:

  • Só se pode pensar numa coisa de cada vez;
  • Quando se concentra num pensamento, esse pensamento torna-se verdade porque o corpo o transforma em ação.

Citação[editar | editar código-fonte]

O cantor John Lennon incluiu o mantra de Coué na letra da música "Beautiful Boy", do álbum Double Fantasy (1980).

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Émile Coué

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Émile Coué, La maîtrise de soi-même par l'autosuggestion consciente (Autrefois: De la suggestion et de ses applications), Société Lorraine de psychologie appliquée (1922) (Francês, Wikisource)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • [1] Find-A-Grave (Émile Coué, um perfil);
  • [2] La Maîtrise de soi-même (em Francês);