Ó da casa, cavalheira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

"Ó da casa, cavalheira" é uma cantiga de Reis tradicional portuguesa originária da freguesia de Nespereira do concelho de Cinfães. Foi coligida por Vergílio Pereira para o seu "Cancioneiro de Cinfães", publicado em 1950[1] e utilizada pelo compositor português Fernando Lopes-Graça como andamento da sua Primeira Cantata do Natal, terminada no mesmo ano.[2]

Letra[editar | editar código-fonte]

Adoração dos Magos (1530) por Pero Nunes no Santuari del Miracle, Riner.

A letra da cantiga é bastante típica do cantar dos Reis. Aproveitando a ocasião da festa do dia de Reis, duas "meninas donzelas" pedem os Reis. O incipit é uma variante da disseminada quadra "Ó da casa, nobre gente".

Ó da casa, cavalheira,
Escutareis e ouvireis,
Duas meninas donzelas
Que vos vêm pedir os Reis.

Estes Reis são aliados
A uma estrela da guia;
A estrelinha se escondeu
Aos pés da Virgem Maria.

Eu bem vi estar a Senhora
Na varanda, em Belém,
Com seu Menino nos braços
Ele lhe parecia bem.

Ela Lhe estava dizendo:
«Filho meu, que te farei?
Não tenho cama nem berço,
Nos braços te criarei.»

Minha mãe, olha para o céu
Lá verá estar uma cruz,
Com cama e travesseiro
Para o Menino Jesus.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 1956Cantos Tradicionais Portugueses da Natividade. Coro de Câmara da Academia de Amadores de Música. Radertz. Faixa 17.
  • 197? — Rei Pequenino. Corina & Arlindo de Carvalho. Editora Rapsódia. Faixa B1.
  • 1978Primeira Cantata do Natal. Grupo de Música Vocal Contemporânea. A Voz do Dono / Valentim de Carvalho. Faixa 17.
  • 1994Lopes Graça. Grupo de Música Vocal Contemporânea. EMI / Valentim de Carvalho. Faixa 17.
  • 20001ª Cantata do Natal Sobre Cantos Tradicionais Portugueses de Natividade. Coral Públia Hortênsia. Edição de autor. Faixa 17.
  • 2012Fernando Lopes-Graça - Obra Coral a capella - Volume II. Lisboa Cantat. Numérica. Faixa 20.
  • 2013Fernando Lopes-Graça - Primeira Cantata de Natal. Coro da Academia de Música de Viana do Castelo. Numérica. Faixa 17.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pereira, Vergílio (1950). Cancioneiro de Cinfães 1 ed. Porto: Edição da Junta de Província do Douro-Litoral 
  2. a b Paula de Castro; Miguel Azguime, et al. «Primeira Cantata do Natal». Centro de Investigação & Informação da Música Portuguesa. Consultado em 7 de agosto de 2015