108 Hecuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Hécuba (desambiguação).
108 Hecuba
Data da descoberta 02 de abril de 1869
Descoberto por Karl Theodor Robert Luther
Categoria cintura de asteroides
Homenagem a Hécuba
Precedido por 107 Camilla
Sucedido por 109 Felicitas
Elementos orbitais
Semieixo maior 3,239 UA
Periélio 3,418 UA
Afélio 3,059 UA
Excentricidade 0,055467809705635
Período orbital 2 129 dias
Anomalia média 99,29 °
Inclinação 4,247 °
Longitude do nó ascendente 350 °
Argumento do periastro 204,4 °
Características físicas
Classe espectral Asteroide tipo S
Magnitude absoluta 8,09
Albedo 0,243

108 Hecuba é um asteroide da cintura de asteroides. Foi descoberto por Robert Luther em 2 de abril de 1869.[1][2] e nomeado de Hecuba, esposa do rei Priam nas lendas da Guerra de Troia na Mitologia Grega. Tornou-se o primeiro asteróide descoberto a orbitar perto de uma ressonância de 2:1 com o planeta Júpiter,[3] e é o homônimo do grupo Hecuba de asteróides.[4]

No sistema de classificação de Tholen, ele é categorizado como um asteroide tipo S, enquanto que o sistema Bus o enumera como um asteroide Sw.[5] As observações realizadas no Observatório Palmer Divide em Colorado Springs, em 2007, produziram uma curva de luz com um período de 17,855 ± 0,005 horas com uma variação de brilho de 0,11 ± 0,02 em magnitude.[6]

A órbita de Hecuba está dentro da família Hígia de asteroides, mas ele não está relacionado de outra forma com outros membros da família porque tem uma composição de silicato; Hígias são asteroides sombrios do tipo C.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «(108) Hecuba» (em inglês). SpringerReference. Consultado em 27 de fevereiro de 2013 
  2. «Numbered Minor Planets 1–5000», IAU Minor Planet center, Discovery Circumstances, consultado em 7 de abril de 2013. 
  3. Brož, M.; Vokrouhlický, D.; Roig, F.; Nesvorný, D.; Bottke, W. F.; Morbidelli, A. (junho de 2005), «Yarkovsky origin of the unstable asteroids in the 2/1 mean motion resonance with Jupiter», Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 359 (4), Bibcode:2005MNRAS.359.1437B, doi:10.1111/j.1365-2966.2005.08995.x. 
  4. McDonald, Sophia Levy (junho de 1948), «General perturbations and mean elements, with representations of 35 minor planets of the Hecuba group», Astronomical Journal, 53, p. 199, Bibcode:1948AJ.....53..199M, doi:10.1086/106097. 
  5. DeMeo, Francesca E.; et al. (julho de 2009), «Cópia arquivada» (PDF), Icarus, 202 (1), pp. 160–180, Bibcode:2009Icar..202..160D, doi:10.1016/j.icarus.2009.02.005, consultado em 19 de novembro de 2017, arquivado do original (PDF) em 17 de março de 2014.  See appendix A.
  6. Warner, Brian D. (setembro de 2007), «Asteroid Lightcurve Analysis at the Palmer Divide Observatory», The Minor Planet Bulletin, Bibcode:2007MPBu...34...72W. 
Ícone de esboço Este artigo sobre asteroides é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
106 Dione | 107 Camilla | 108 Hecuba | 109 Felicitas | 110 Lydia