247 a.C.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
SÉCULOS: Século IV a.C.Século III a.C.Século II a.C.
DÉCADAS: 290 a.C.280 a.C.270 a.C.260 a.C.250 a.C.
240 a.C.230 a.C.220 a.C.210 a.C.200 a.C.190 a.C.
ANOS: 252 a.C.251 a.C.250 a.C.249 a.C.248 a.C.
247 a.C.246 a.C.245 a.C.244 a.C.243 a.C.242 a.C.

Eventos[editar | editar código-fonte]

Primeira Guerra Púnica[editar | editar código-fonte]

Principais batalhas da Primeira Guerra Púnica.
  • Décimo-oitavo ano da Primeira Guerra Púnica.
  • Os romanos abandonam, oficialmente, a guerra naval, mas alguns cidadãos privados atacam a cidade africana de Hipona. Eles quase são presos por correntes no porto, mas conseguem escapar.[2]
  • Campanhas dos cônsules: Cecílio Metelo em Lilibeu e Numério Fábio em Drépano.[2]
  • Numério Fábio fez um plano para capturar a ilha de Pélias, que havia sido, antes, capturada pelos cartagineses, e a consegue tomar, mas Amílcar contra-ataca. Fábio ataca Drepanto, e Amílcar retorna para as fortificações, e Fábio mantém o controle de Pélias.[2]
  • É feita uma troca de prisioneiros entre romanos e cartagineses, na base de um homem por cada homem, como havia mais prisioneiros romanos, estes são resgatados por dinheiro.[2]

Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Coroações[editar | editar código-fonte]

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Fastos Capitolinos [em linha]
  2. a b c d Dião Cássio, Livro XII, 16, preservado em epítome por Zonaras, Livro VIII [em linha]