Abursam (filho de Sapor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Abursam
Nacionalidade
Derafsh Kaviani.png
Império Sassânida
Etnia Persa
Ocupação Nobre
Religião Zoroastrismo

Abursam (em persa médio: ‘pwrs‘n; transl.: Abursām) foi um oficial sassânida do século III, ativo no reinado do Sapor I (r. 240–270).

Vida[editar | editar código-fonte]

Dracma de Sapor cunhado ca. 240-244

Abursam é conhecido apenas a partir da inscrição trilíngue Feitos do Divino Sapor na qual aparece numa lista de dignitários da corte na quadragésima segunda posição dentre os 67 dignitários. A forma como é registrado varia entre as três versões do texto, levando a interpretações diferentes. No texto em persa médio aparece como filho de certo Sapor, enquanto nas versões em parta e grego Sapor é tido como parte de seu nome, com a versão grega inclusive designando-o Abursamsabor. A historiografia se divide sobre qual das versões é correta. O texto também faz menção ao ofício de darigbedo, porém dada a construção genitiva do texto é difícil determinar se foi Abursam ou Sapor (caso sejam duas pessoas) que manteve o ofício.[1] Caso seja possível inferir que foi seu suposto pai quem reteve o ofício, fica difícil determinar as circunstâncias para que Abursam fosse nomeado na lista de dignitários, sendo possivelmente explicável a partir da posição de seu pai.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]