Actenoides bougainvillei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaActenoides bougainvillei
ActenoidesBougainvilleiKeulemans.jpg
Estado de conservação
Espécie em perigo
Em perigo
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Coraciiformes
Família: Alcedinidae
Género: Actenoides
Espécie: A. bougainvillei
Subespécie: A. bougainvillei excelsus
Nome binomial
Actenoides bougainvillei
(Rothschild, 1904)

Actenoides bougainvillei é uma espécie de ave da família Alcedinidae. Encontrada na Papua-Nova Guiné e nas Ilhas Salomão, seus habitats naturais são florestas subtropicais ou tropicais húmidas de baixa altitude e regiões subtropicais ou tropicais húmidas de alta altitude. A ave está ameaçada por perda de habitat.[1]

A subespécie Actenoides bougainvillei excelsus (guarda-rios-de-bigode-de-guadalcanal) é endémica de Guadalcanal.[2] Pode ser encontrada em florestas densas a altitudes de 900 m a 1100 m e nidifica em buracos no solo.

O guarda-rios-de-bigode-de-guadalcanal deve o seu nome a uma faixa de penas azuis do bico até ao lado da cabeça. Os machos têm um dorso azul, e as fêmeas verde. A espécie só foi registada três vezes: uma só fêmea na década de 1920 e duas fêmeas em 1953,e um macho em 2015. Este espécime de 2015 foi fotografado em Guadalcanal.[3][4] A ave foi morta para obter dados moleculares e morfológicos. Embora o investigador que tirou as fotografias e morto a ave tenha notado que a subespécie não é rara e que a recolha do animal não constitua uma ameaça à viabilidade da espécie, este ato foi muito criticado.[5][6]

Referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Actenoides bougainvillei


Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Predefinição:IUCN2014.2
  2. «Actenoides bougainvillei excelsus - Avibase». avibase.bsc-eoc.org. Consultado em 4 de outubro de 2015 
  3. «Field Journal: Finding Ghosts». AMNH. Consultado em 3 de outubro de 2015 
  4. Platt, John R. «Beautiful "Mustached" Bird, Lost for 60 Years, Photographed for First Time». Consultado em 3 de outubro de 2015 
  5. C.E. Filardi. «Why I collected a moustached kingsfisher». Audubon.org. Consultado em 26 de outubro de 2015 
  6. Marc Bekoff. «"Ridiculously Gorgeous Rare Bird" Photographed, Caught, and ... Killed by Researcher». Huffington Post. Consultado em 26 de outubro de 2015