Adagio for Strings

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Adagio for Strings"
Canção de Samuel Barber
Lançamento 1936
Formato(s) Digital Download
Gênero(s) Clássica

Adagio for Strings (em português, Adágio para Cordas) é uma obra de Samuel Barber.[1] É provavelmente a sua obra mais conhecida, e começou por ser o segundo movimento do seu String Quartet, Op. 11.,de que ele fez arranjos para orquestra de cordas em 1936.

Foi executada pela primeira vez em 1938, difundida por rádio num estúdio de Nova York, com regência de Arturo Toscanini, que exibiu a peça em "tournée" pela Europa e América do sul.

História[editar | editar código-fonte]

Adágio for strings foi concebida como segundo movimento do quarteto de cordas, Op. 11, composto em 1936 quando Barber passava o verão na Europa com seu parceiro Gian Carlo Menotti, um compositor italiano que era seu colega, aluno do Curtis Institute of Music.[2]

Composição[editar | editar código-fonte]

 \relative c'' { \clef treble \key bes \minor \time 4/2 \tempo "Molto adagio" bes\breve(~\pp\< | bes4\! a bes c a bes c bes | c\< des bes c des c des ees | \time 5/2 c1.\! }

Adagio for Strings inicia com um si bemol executado pelos primeiros violinos.

Trilhas Sonoras[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. KELLER, JOHANNA. «An Adagio for Strings, and for the Ages». www.nytimes.com (em inglês). Consultado em 09/03/2013. 
  2. Keller, Johanna (7 de março de 2010). «An Adagio for Strings, and for the Ages» (em inglês). The New York Times. Consultado em 7 de março de 2010. 
  3. Ruwitch, John (5 de junho de 2009). «Filarmônica de Nova York vai tocar tema de "Platoon" no Vietnã». UOL entretenimento:música. Consultado em 3 de maio de 2016. 
  4. Moreira, Daniel (2016). «Adagio para cordas». Casa da Música. Consultado em 3 de maio de 2016.