Afonso III de Aragão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Afonso III
Rei de Aragão, Valência e Maiorca
Conde de Barcelona
Alifonso III d'Aragón.jpg
Afonso III de Aragão
Governo
Reinado Novembro de 1285 - 18 de junho de 1291
Antecessor(a) Pedro III
Sucessor(a) Jaime II
Dinastia Barcelona
Vida
Nascimento 4 de novembro de 1265
Perpinhã, Rossilhão, Principado da Catalunha
Morte 18 de junho de 1291 (25 anos)
Foixà, Girona, Principado da Catalunha
Sepultamento Igreja de Santa Eulália de Barcelona
Pai Pedro III de Aragão
Mãe Constança da Sicília

Afonso III de Aragão, apelidado de o Liberal ou o Franco (4 de novembro de 126518 de junho de 1291) foi rei de Aragão como Afonso III, do Valência como Afonso I, Conde de Barcelona como Afonso II entre 1285 e 1291, e rei de Maiorca como Afonso I entre 1286 e 1291.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi o filho mais velho de Pedro III de Aragão e de Constança da Sicília, filha e herdeira de Manfredo da Sicília.

Tão logo ascendeu ao trono, Afonso deu continuidade à campanha de seu pai contra as Ilhas Baleares para punir seu tio, Jaime II da Maiorca, por apoiar a França durante a disputa pelo controle da Sicília. Ele reconquistou a cidade de Maiorca e Ibiza, em 1286, e tomou Minorca dos mouros, em janeiro de 1287.

Inicialmente procurou manter o controle aragonês sobre a Sicília ao apoiar a reivindicação da ilha por seu irmão Jaime. No entanto, ele depois forçou seu irmão a abdicar e passou a apoiar os Estados Pontifícios.

Seu reinado foi prejudicado pelas contendas constitucionais com a nobreza aragonesa, que levaram à criação da União de Aragão, que devolveu vários poderes reais principais para nobres menores. Sua incapacidade de resistir às demandas de seus nobres deixaria uma herança de desunião em Aragão e consequente desacordo entre os nobres, que cada vez menos viam razões para respeitar o trono, e levou o Reino de Aragão quase à anarquia.

Um casamento dinástico com Leonor da Inglaterra, a filha mais velha de Eduardo I da Inglaterra, foi arranjado. Todavia, Afonso morreu antes de conhecer sua noiva, em 1291, e foi sepultado no mosteiro franciscano em Barcelona; desde 1852, seus restos mortais repousam na Igreja de Santa Eulália de Barcelona.


Precedido por
Pedro III
Armas do reino de Aragão, dinastia Barcelona
Rei de Aragão

1285 - 1291
Sucedido por
Jaime II
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Afonso III de Aragão