Agnes Atim Apea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agnes Atim Apea é uma empresária social ugandense e fundadora da Hope Development Initiative. Ela foi nomeada para o programa 100 Women da BBC em 2017.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Agnes Atim Apea é presidente da Comissão de Finanças do Governo Local e também é fundadora e diretora executiva da Hope Development Initiative,[1] que promove a indústria de cultivo de arroz para mulheres agricultoras em várias áreas de Uganda. Isso levou ao seu apelido de "Mama Rice".[2] A sua organização organizou cooperativas agrícolas em Uganda e impulsionou para conseguir uma parcela significativa da participação de mercado. Além do arroz, as cooperativas também trabalham com sementes usadas para fabricar óleo vegetal e produtos de mandioca.[3]

Em 2017, ela foi nomeada para o programa 100 Women da BBC, uma lista das mulheres mais influentes do mundo.[4] Apea descobriu enquanto participava da 7ª Cúpula do Comércio de Grãos Africanos na Tanzânia, dizendo que ela fez a lista porque promoveu a justiça social e ensinou mulheres jovens.[2]

Educação[editar | editar código-fonte]

Ela é doutora em Filosofia (PhD) em Desenvolvimento Internacional pela Universidade de Reading, e possui um mestrado pela Universidade de Mártires de Uganda em Estudos de Desenvolvimento.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Agnes Atim Apea». Institute for the Study of Human Rights. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  2. a b Emorut, Francis (10 de outubro de 2017). «Ugandan among most innovative women in the world». New Vision. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  3. a b «Agnes Atim Apea, PhD». The Global Ambassadors Program. Consultado em 6 de novembro de 2017 
  4. «BBC 100 Women 2017: Who is on the list?». BBC News. 1 de novembro de 2017. Consultado em 6 de novembro de 2017