Ahmad Maher

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ahmad Maher (Cairo, 14 de setembro de 193527 de setembro de 2010) foi um político e diplomata egípcio, ministro das Relações exteriores de seu país de 2001 a 2004. Estudou direito na Universidade do Cairo.

Geralmente considerado como um outsider na política do Egito, Maher teve uma carreira distinta como diplomata. Foi embaixador na União Soviética (1 de outubro de 1988 a 19 de junho de 1992) e embaixador em Portugal (5 de setembro de 1980 a 8 de novembro de 1982) e na Bélgica (8 de novembro de 1982 a 9 de dezembro de 1984).[1] Foi depois embaixador em Washington durante sete anos, de 7 de julho de 1992 a 14 de setembro de 1999.[2] Reformou-se em 1999.[2] Depois da reforma, foi nomeado diretor do Fundo Árabe de Ajuda Especial para a África (SAAFA) no Cairo, um órgão da Liga Árabe, em 2000.[3]

Ahmad Maher era irmão do também embaixador Aly Maher, ambos netos de Ahmad Mahir Paşa, primeiro-ministro egípcio nos anos 40.

Maher faleceu por ataque cardíaco em 27 de setembro de 2010, aos 75 anos.[4] [5] [6]

Referências

  1. Nkrumah, Gamal (16–22 June 2005). "Ahmed Maher: A diplomat and a gentleman". Al-Ahram Weekly [S.l.: s.n.] Consult. 19-8-2012. 
  2. a b "Egypt: Former FM dies at 75". Al Bawaba [S.l.: s.n.] 28-9-2010. Consult. 2 July 2013. 
  3. "Profile: Ahmed Maher". BBC [S.l.: s.n.] 22 December 2003. Consult. 2 July 2013. 
  4. "Former Egyptian foreign minister dies at 75". Daily News Egypt [S.l.: s.n.] 27-9-2010. Consult. 2-7-2013. 
  5. "Former Egyptian foreign minister dies at 75". The Seattle Times [S.l.: s.n.] Associated Press. 27-9-2010. Consult. 29-10-2012. 
  6. Dunn, M. Collins (27-9-2010). "Former Egyptian Foreign Minister Ahmed Maher". Middle East Institute [S.l.: s.n.] Consult. 2 July 2013.