Alberto de Serpa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alberto de Serpa
Alberto de Serpa por António Carneiro (1929)
Nome completo Alberto de Serpa Esteves de Oliveira
Nascimento 12 de dezembro de 1906
Porto, Portugal
Morte 8 de outubro de 1992 (85 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta
Magnum opus Fonte

Alberto de Serpa Esteves de Oliveira (Porto, 12 de Dezembro de 1906 - 8 de Outubro de 1992) foi um poeta português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Alberto de Serpa frequentou a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra entre 1923 e 1926. Após regressar ao Porto foi empregado de comércio e de escritório e tornou-se posteriormente um profissional de seguros. Em 1936 esteve preso por motivos políticos. Mais tarde colaborou com a revista Presença e fundou, com Vitorino Nemésio, a Revista de Portugal exercendo em ambas o cargo de secretário. Colaborou na revista de cinema Movimento [1] (1933-1934) e ainda com várias revistas e jornais brasileiros.

Publicou novelas, ensaios e poesia sendo esta última caracterizada por ter o condão de revelar o lirismo do quotidiano, recebendo até o "cognome" de Primeiro Poeta Português de Poesia Livre.

Com José Régio co-autorou as antologias Poesia de Amor e Na Mão de Deus, publicando 3 volumes de poesia póstuma do seu amigo e colega das letras.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Ensaios[editar | editar código-fonte]

  • 1948 - Vida, Poesias e Males de António Nobre
  • 1952 - Poetas… Poetas…

Novela[editar | editar código-fonte]

  • 1923 - Saudades do Mar

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • 1924 - Quadros
  • 1924 - Evoé
  • 1934 - Varanda
  • 1934 - Descrição
  • 1935 - Vinte Poemas da Noite
  • 1940 - A Vida É o Dia de Hoje
  • 1940 - Lisboa é Longe
  • 1940 - Drama, Poemas de Paz e da Guerra
  • 1943 - Fonte
  • 1944 - Poesia
  • 1945 - Nocturnos
  • 1948 - Rua
  • 1952 - Pregão
  • 1952 - Vê Se Vês Terras de Espanha
  • 1958 - Os Versos Secretos

Referências

  1. Jorge Mangorrinha (25 de Fevereiro de 2014). «Ficha histórica: Movimento : cinema, arte, elegâncias (1933-1934)» (pdf). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 9 de Janeiro de 2015