AliExpress

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
AliExpress
Privada
Indústria Comércio on-line
Fundação 2010
Fundador(es) Jack Ma
Sede Hangzhou, Zhejiang, China
Proprietário(s) Alibaba Group
Pessoas-chave Daniel Zhang

AliExpress é um serviço de varejo on-line fundado em 2010 composto por pequenas empresas dos estados unidos e em outros lugares oferecendo produtos para compradores online internacionais. Ele é de propriedade do Alibaba.[1] É o site de e-commerce mais visitado na Rússia e foi o 10º site mais popular no Brasil.[2] Ele facilita a pequenas empresas a vender para clientes de todo o mundo, e, assim como a Amazon, pode-se encontrar quase tudo à venda. É mais correto comparar o AliExpress com o eBay, pois os vendedores são independentes, usando o Aliexpress como um servidor para vender aos consumidores e outras empresas.

Semelhante ao eBay, os vendedores no Aliexpress podem ser empresas ou indivíduos. O Aliexpress é diferente da Amazon, pois atua apenas como uma plataforma de e-commerce e não vende os produtos diretamente para os consumidores.[3] Ele se conecta diretamente as empresas chinesas com os compradores. A principal diferença entre o site de compras chinês Taobao é que o Aliexpress é direcionado principalmente para os compradores internacionais principalmente nos Estados Unidos, Rússia, Brasil e Espanha. O Alibaba está usando o AliExpress para expandir seu alcance fora da Ásia e desafiar gigantes online como Amazon e eBay. O AliExpress usa marketing de afiliados para encontrar novos consumidores.

História[editar | editar código-fonte]

Pavilhão do AliExpress em uma estação em São Petersburgo, Rússia.

O AliExpress começou como um negócio de empresa para empresa de compra e venda de portal. Desde então tem expandido para o varejo, consumer-to-consumer, computação em nuvem e serviços de pagamento. O AliExpress é disponível atualmente nos idiomas inglês, espanhol, holandês, francês, polaco, português e russo. Os clientes fora dos limites do país para esses idiomas são atendidos automaticamente a versão em inglês do serviço.[4]

Restrições[editar | editar código-fonte]

O AliExpress não permite que os clientes na China comprem a partir da plataforma, apesar de todos os varejistas serem chineses.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Alibaba.com Help Center». Alibaba.com Help Center. Consultado em 3 de setembro de 2017. 
  2. Checkup, China. «What is Aliexpress?». China Checkup. Consultado em 3 de setembro de 2017. 
  3. «AliExpress Is Cheap, But Is It Safe to Shop There?». MakeUseOf. 4 de março de 2016. Consultado em 3 de setembro de 2017. 
  4. «A Brief History of Jack Ma, Alibaba and AliExpress». AlixBlog.com. Consultado em 3 de setembro de 2017.