Alva (veste litúrgica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Alva, veja Alva (desambiguação).
Alva

A alva (do latim alba) é uma veste litúrgica. É vestida sobre a batina ou outra roupa ordinária e sobre o amicto (se for usado), cobrindo todo o corpo até os pés. A sua confecção é feita exclusivamente em tecido branco (donde lhe vem o nome) em material nobre, ao qual se adicionam rendas.

A Alva, juntamente com o Amito e o Cíngulo (ou a Túnica), é utilizada em celebrações predeterminadas, como em celebrações eucarísticas, encomendações, ofício das horas, bençãos, etc.

É importante não confundir a Alva com Túnica, já que a Túnica é uma veste aprovada, por especial indulto da Santa Sé, a algumas Conferências Episcopais, em substituição ao conjunto Alva, Amito e Cíngulo. Tampouco deve ser confundida com a Batina, veste talar própria a todos os ministros ordenados, que é confeccionada na cor preta e com os botões e debruns coloridos.

Ritual[editar | editar código-fonte]

Ao vesti-la o Sacerdote diz:

"Fazei-me puro, Senhor, e santificai o meu coração, para que, purificado com o sangue do Cordeiro, mereça gozar as alegrias eternas."

Neste momento, o sacerdote despoja-se daquilo que é e, não obstante as suas falhas e pecados, ele celebrará na pessoa do próprio Cristo.

Referências[editar | editar código-fonte]

VASCONCELOS, Dr. António Garcia Ribeiro de, Compêndio de liturgia romana, vol. I, p. 99.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.