Cíngulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O cíngulo é uma veste litúrgica, usada em volta, ou acima da cintura.

Na Igreja Católica Romana, desde a Idade Antiga até meados da Idade Média, era uma faixa com 6 ou 7 centímetros de largura de linho. O formato de cordão só se popularizou depois do século XV e hoje é dominante.

Atualmente, o cíngulo é um cordão de 4 metros com duas borlas com franjas nas pontas, e segue as cores do tempo litúrgico.

Usam o cíngulo todos os ministros que portam a alva, (acólitos, leitores e clérigos). O cíngulo é posto sempre sobre a alva, em volta da cintura. Quando se usa estola, costuma-se prende-la ao cíngulo.

Ao vestir o cíngulo, o sacerdote reza a seguinte oração:

"Cingi-me, Senhor, com o cíngulo da pureza, e extingui nos meus rins o fogo da paixão, para que resida em mim a virtude da continência e da castidade." [1]

Imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. VASCONCELOS, Dr. António Garcia Ribeiro de, Compêndio de liturgia romana, Volume I.

Ver também[editar | editar código-fonte]