Ana Lúcia Serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Ana Lúcia Serra é uma empresária e publicitária brasileira. Já foi duas vezes vencedora do Prêmio Caboré – em 1995, quando trabalhava na agência DM9DDB, e em 2001, quando já comandava a Agência Age, da qual é fundadora junto com Carlos Domingos e Tomás Lorente.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu no dia 29 de maio de 1963, em São Paulo. Seu pai, Affonso Vieira Serra, era fazendeiro. Ana Lúcia chegou a morar na fazenda até os 4 anos de idade, época em que seus pais se separaram. Sua mãe, Baby Pacheco Jordão, foi uma das primeiras mulheres da sociedade paulistana a abrir sua própria empresa, uma agência de RP, nos anos 70.

É a caçula de quatro irmãos, entre eles o automobilista Chico Serra – que já competiu pela Fórmula 1, foi tricampeão da Stock Car Brasil e campeão de Fórmula 3 Inglesa –, e o publicitário Affonso Serra, que foi um dos fundadores da agência de publicidade DM9DDB, além de presidente da agência até 2002 [1]. Affonso Serra faleceu em 2010 [2].

Ana Lúcia é casada com o também publicitário José Luiz Madeira, da AlmapBBDO e é mãe de duas filhas.

Trajetória[editar | editar código-fonte]

Formação[editar | editar código-fonte]

Estudou balé desde a infância, fez parte do corpo de baile do Balé Stagium e estudou na London School of Dance.

Em 1980, com 17 anos, passou no vestibular para publicidade na ESPM e abandonou a dança. Seu primeiro estágio foi na agência Norton (que hoje se tornou a Publicis), na área de relações públicas. Depois de 4 meses como estagiária, foi contratada, mas recebeu um convite para integrar o time da agência Standard, que hoje é a Ogilvy & Matter [3].

Atendimento[editar | editar código-fonte]

Começou no departamento de relações públicas e em seis meses passou a trabalhar no Atendimento, onde ficou por 5 anos, até chegar ao cargo de diretora. Nesta época, trabalhou ao lado de alguns dos publicitários mais conhecidos do Brasil, como Celso Loducca (que mais tarde fundou a Agência Loducca), Alexandre Gama (fundador da Neogama), Jacques Lewkowicz (o Lew, da agência Lew,Lara) e José Luiz Madeira (um dos fundadores da AlmapBBDO e também seu marido).

Na Standard-Ogilvy, acompanhou o lançamento do American Express no Brasil.

Em 1989, recebeu um convite de Nizan Guanaes para integrar o time da recém lançada DM9. Chegou como diretora de contas, passou a diretora de Atendimento e, por fim, a Diretora Geral de Atendimento, cargo que ocupava quando deixou a empresa, em 1998.

A saída da DM9[editar | editar código-fonte]

Ana Lúcia Serra não deu nenhum motivo específico para sua saída da DM9, o que causou diversas especulações na mídia. A mais comum é que Ana estava insatisfeita por não ter se tornado sócia, mesmo depois de 9 anos na agência [4]. No ano seguinte à sua saída, seu irmão Affonso Serra assumiu a presidência da DM9DDB.

Passagem pela Euro RSCG[editar | editar código-fonte]

No fim de 98, foi convidada por Cláudio Carillo e Dalton Pastore para assumir a Diretoria Geral da EuroRSCG, com carta branca para fazer mudanças estruturais e de processo. Investiu na área de criação [5]. Um dos publicitários contratados por ela foi Tião Bernardi, que mais tarde se tornou VP de criação da Y&R.

A agência tinha as contas da Embratel 21 (para a qual contratou a atriz Ana Paula Arósio), Phillips, Peugeot e Sukita (de lá, saiu a campanha do “tio da Sukita”.[carece de fontes?]

Quando Ana Lúcia Serra saiu da agência seu cargo foi extinto [6].

Age.[editar | editar código-fonte]

Depois de um ano, deixou a Carillo Pastore Euro RSCG para fundar sua própria agência, junto com Tomás Lorente e Carlos Domingos. Os três tinham trabalhado juntos na DM9DDB por nove anos. Com experiência no atendimento e no funcionamento de uma agência, Ana tocava as operações estratégicas e os negócios, enquanto Tomás e Carlos tocavam a criação.

A Euro RSCG tinha como sócio investidor o grupo francês Havas, que também se tornou sócio investidor da age. na época de seu lançamento. Em 2004, junto com Carlos Domingos, Ana Lúcia comprou a parte do grupo Havas na empresa e a age. se tornou uma agência 100% nacional [7].

Em 2007, a empresa foi comprada pela Isobar. Ana Lúcia é hoje Diretora Geral da ageIsobar.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Affonso Serra deixa comando da DM9DDB». 7 de Março de 2002. Consultado em 7 de Fevereiro de 2011 
  2. Lemos, Alexandre; Alexandre Zaghi Lemos (30 de Agosto de 2010). «Morre Affonso Serra, ex-presidente da DM9DDB». Consultado em 7 de Fevereiro de 2011 
  3. «Nos 60 anos da Ogilvy conheça a história da agência e as frases célebres do fundador do grupo». Consultado em 7 de fevereiro de 2011. Arquivado do original em 15 de agosto de 2011. Nessa prospecção decide comprar a Standard, uma das marcas mais bem sucedidas da propaganda brasileira 
  4. Augusto, Regina; Lena Castellón (17 de Julho de 2010). «Tomás Lorente e Carlos Domingos deixam DM9DDB». Consultado em 7 de Fevereiro de 2011. Ela alegou ter encerrado um ciclo, mas o mercado especulava que a profissional esperava ser promovida à sócia, promessa que teria sido feita por Guanaes cinco anos antes, quando Serpa, Gama e Madeira partiram para a Almap 
  5. «Carillo Pastore procura três novas duplas de criação». 12 de Maio de 1999. Consultado em 7 de Fevereiro de 2011 
  6. «Tomás Lorente e Ana Lúcia Serra negociam acordo com grupo WPP». 28 de Agosto de 1999. Consultado em 20 de Janeiro de 2011. Ana Lúcia Serra não será substituída na Carillo Pastore Euro RSCG, agência dos sócios Dalton Pastore e Cláudio Carillo. De acordo com Pastore, o cargo de direção geral da empresa foi criado há um ano exclusivamente para Ana Lúcia 
  7. Alzira Alves de Abreu (2007). «Verbete Age.». Dicionário Histórico-Biográfico da Propaganda no Brasil 1ª ed. São Paulo: [s.n.] p. 19 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]