Anabela Drummond

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anabela Drummond
Rainha Consorte da Escócia
Reinado 19 de abril de 13901401
Coroação 14 de agosto de 1390 na Abadia de Scone
 
Cônjuge Roberto III da Escócia
Casa Drummond (por nascimento)
Stuart (por casamento)
Nascimento 1350
  Abadia de Dunfermline, Dunfermline, Fife, Escócia
Morte 1401 (51 anos)
  Palácio de Scone, Perth, Escócia
Enterro Abadia de Dunfermline
Pai Sir João Drummond, 11.° Tano de Lennox
Mãe Maria Montifex

Anabela Drummond (Abadia de Dunfermline, 1350Palácio de Scone, 1401)[1] foi rainha consorte da Escócia através de seu casamento com João Stewart, o futuro rei Roberto III da Escócia.

Família[editar | editar código-fonte]

Ela era a filha de Sir João Drummond, 11.° Tano de Lennox, e Chefe do Clã Drummond, e de Maria de Montifex (ou Montefichet), herdeira de Stobhall.

Seus avós paternos eram Malcolm de Drummond e esposa de nome desconhecido, e seus avós maternos eram Guilherme Montefichet de Auchterarder e Cargil, e esposa de nome desconhecido.

Sua tia paterna, Margarida Drummond, havia sido rainha da Escócia de 1364 a 1369 como esposa de David II, seu segundo marido.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1367, Anabela se casou com o príncipe João Stewart, filho do rei Roberto II da Escócia e de sua primeira esposa, Isabel Mure.

Logo, Anabela ficou envolvida em uma luta pelo poder com o irmão de seu marido, Roberto Stuart, pois, como Anabela teve várias filhas no começo do casamento, e nenhum filho, ele acreditava em uma lei que impedisse as mulheres de herdar o trono.

João se tornou rei da Escócia em 19 de abril de 1390, tomando o nome de Roberto III da Escócia. Em 14 de agosto de 1390, Anabela foi coroada ao lado do marido, na Abadia de Scone, em Perthshire.

Roberto, que era inválido devido a um acidente de cavalo, em 1384, só piorou na década de 1390, quando ele se tornou mais abatido e incompetente. Durante essa época, ele teria dito a esposa para enterrá-lo com o epitáfio "Aqui jaz o pior dos reis e mais infeliz dos homens ".[2]

Anabela tomou a decisão de cuidar dos assuntos reais, como a governante de facto, e assim, preparou um torneio em 1398, em Edimburgo, onde seu filho mais velho, Davi Stuart, foi investido como cavaleiro. Naquele mesmo ano, em abril, a rainha convocou um conselho, onde ele foi criado Duque de Rothesay e Lieutenant do Reino.[2]

Anabela morreu no Palácio de Scone, em 1401, e foi enterrada na Abadia de Dunfermline.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Seus filhos foram:[3]

  • Davi Stuart, Duque de Rothesay (24 de outubro de 1378 — 26 de março de 1402), herdeiro do trono, foi noivo de Isabel Dunbar, filha de Jorge Dunbar, conde de March ou Dunbar e de Cristina de Seton. Porém, se casou com Marjorie Douglas, filha de Arquibaldo Douglas, 3.° conde de Douglas e de Joana de Morávia. Após ser preso pelo tio Roberto Stuart, duque de Albany, morreu no Palácio de Falkland;
  • Roberto Stewart, morto jovem;
  • Jaime I da Escócia (1394 - 21 de fevereiro de 1437), sucessor do pai, foi marido de Joana Beaufort, com quem teve filhos. Morreu assassinado;
  • Margarida Stewart (m. 26 de janeiro 1450 ou setembro de 1456), foi esposa de Arquibaldo Douglas, 4.° conde de Douglas, filho do terceiro conde, com quem teve filhos;
  • Maria Stewart {m. após 1458), se casou quatro vezes: primeiro com Jorge Douglas, 1.° conde de Angus, com quem teve filhos; em seguida, foi a esposa de Sir Jaime Kennedy de Dunure, e teve filhos. Ficou noiva de Guilherme Cunningham, mas não se casaram. Seu terceiro marido foi Sir Guilherme Graham de Kincardine, e deixou descendência, e por último, se uniu a Sir Guilherme Edmonstone de Duntreath, sendo a mãe de seus filhos;
  • Isabel Stewart (m. antes de 1411) casada com Jaime Douglas, 1.° Senhor Dalkeith, com quem teve filhos;
  • Egídia Stewart, morta jovem.

Seu marido teve dois filhos ilegítimos de duas amantes de nome desconhecido. Eles eram: Jaime Stuart de Killbride, e João Stewart, cujo descendentes foram os baronetes Shaw Stewart.

Precedida por:
Eufêmia de Ross
Arms of Anabella Drummond.svg
Rainha da Escócia

19 de abril de 13901401
Sucedida por:
Joana Beaufort
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anabela Drummond

Referências

  1. Medieval Lands (Anabela)
  2. a b Mike, Ashley (1999). The mammoth book of British kings and queens. Londres: Robinson Publishers. p. 554. ISBN 1-84119-096-9. Verifique |isbn= (ajuda) 
  3. Medieval Lands - Terras Medievais (Filhos)