Anastasia Romanovna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Para a Grã-Duquesa Romanov, veja Anastásia Nikolaevna Romanova.
Anastasia Romanovna
Estátua de Anastasia, parte do monumento Milênio da Rússia, em Novgorod Kremlin.
Tsarina Consorte de Todas as Rússias
Reinado 3 de fevereiro de 15477 de agosto de 1560
 
Cônjuge Ivã IV da Rússia
Descendência Ana Ivanovna
Maria Ivanovna
Dimitri Ivanovich da Rússia
Ivã Ivanovich da Rússia
Eudoxia Ivanovna
Teodoro I da Rússia
Dinastia Romanov (por nascimento)
Ruríquida (por casamento)
Nome completo
Anastasia Romanovna Zakharyina-Yurieva
Nascimento 1530
Morte 7 de agosto de 1560 (30 anos)
  Kolomenskoye, Rússia
Enterro Convento da Ascensão, Kolomenskoye
Catedral do Arcanjo São Miguel (reenterro em 1929)
Pai Roman Yurievich Zakharyin-Yuriev
Mãe Uliana Ivanovna
Religião Igreja Ortodoxa

Anastasia Romanovna Zakharyina-Yurieva (em russo: Анастаси́я Рома́новна Захарьина-Юрьева; transl.: Anastasíya Románovna Zakhar'ina-Yur'yeva; 1530Kolomenskoye, 7 de agosto de 1560) foi a primeira mulher do czar Ivan, o Terrível e a primeira czarina da Rússia. Era filha do boiardo Roman Yurievich Zakharyin-Yuriev, Okolnichi, que morreu em 16 de fevereiro de 1543, e que deu o seu nome à Dinastia Romanov de monarcas russos, e de Uliana Ivanovna, falecida em 1579.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Foi escolhida para noiva de Ivan dentre um grande número de candidatas possíveis, levadas ao Kremlin especificamente para o processo de seleção. Todas as famílias nobres de toda a Rússia receberam convites para apresentar jovens em candidatura (diz-se que houve entre 500 e 1500 jovens em concurso).

Anastasia e Ivan casaram em 3 de fevereiro de 1547 na Catedral da Anunciação. Tiveram seis filhos: Ana, Maria, Dmétrio, Ivã, Eudócia e e Teodoro).

Representação do funeral da Tsarina.

Supõe-se que Anastasia tenha exercido uma influência moderadora no temperamento volátil e violento de Ivan. No verão de 1560, caiu doente e em consequência disso, Ivan sofreu um grave colapso emocional em que suspeitava que Anastasia tinha sido vítima de ações malévolas e tinha sido envenenada pelos boiardos. Embora na época não tenham existido provas de tal crime, Ivan mandou torturar e executar grande número de boiardos, contra quem já tinha ódio devido aos abusos cometidos contra si durante a sua infância. Exames aos restos mortais de Anastasia no final do século XX por arqueólogos e cientistas forenses encontraram provas de envenenamento [1].

O irmão de Anastasia Nikita Romanovich foi o pai de Feodor, o primeiro a usar o apelido Romanov.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anastasia Romanovna

Referências

  1. «provas do envenenamento de Anastasia». Consultado em 18 de março de 2008. Arquivado do original em 22 de março de 2007 
Precedido por
Helena Glinskaya
como Grã-princesa de Moscou
Tsarina Consorte de Todas as Rússias
3 de fevereiro de 15477 de agosto de 1560
Sucedido por
Maria Temryukovna