Anatoly Karpov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Karpov
Informações pessoais
Nome completo Anatóly Evguénevich Kárpov
Nascimento 23 de maio de 1951 (70 anos)
Zlatoust, RFSS da Rússia, União Soviética
Nacionalidade  União Soviética (até 1991)
 Rússia (desde 1991)
Títulos Grande Mestre
Campeão Mundial: 1975-1985, 1993-1998, entre outros.

Anatoly Evienvich Karpov (em russo: Анато́лий Евге́ньевич Ка́рпов; (Zlatoust, 23 de maio de 1951) é um grande mestre de xadrez russo. Foi campeão mundial de xadrez de 1975 a 1985 e de 1993 a 1999, totalizando 16 anos com o título mundial e tornando-se o campeão mundial que mais partidas realizou em disputa direta pelo título ou em sua defesa.

Em 1988, Karpov foi campeão mundial de "xadrez ativo", modalidade que a FIDE passou a chamar de xadrez rápido.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sagrou-se campeão mundial juvenil em 1969 e obteve o título de Grande Mestre em 1970. Ao vencer o Torneio Interzonal de Leningrado (1973), qualificou-se para disputar, no ano seguinte, o Torneio de Candidatos, que consistia em uma série de matches eliminatórios cujo vencedor apontaria o desafiante ao título mundial. Karpov derrotou, sucessivamente, a Lev Polugaevsky, Boris Spassky e Viktor Korchnoi, obtendo assim o direito a um match pela coroa suprema contra o então campeão, o estado-unidense Bobby Fischer.

Fischer, todavia, desistiu de disputar a final, pois não concordava que o match tivesse um número determinado de jogos. A proposta de Bobby Fischer era de que se sagrasse campeão quem obtivesse primeiro nove vitórias, sem limite de número de jogos. Diante da desistência do campeão, o presidente da FIDE (Federação Internacional de Xadrez) à época, o ex-campeão mundial Max Euwe, proclamou Karpov campeão. Karpov tornou-se, assim, campeão mundial de xadrez sem a necessidade de disputar um match.

Nos anos seguintes Karpov foi um participante assíduo nos principais torneios, vencendo-os quase sempre. Confirmava, desta forma, que merecia o título de campeão.

Em 1978, em Baguio City (Filipinas) e em 1981, em Merano (Itália), Karpov manteve o título máximo derrotando a Korchnoi, que fora o vencedor do Torneio de Candidatos em 1977 e em 1980.

Pós-Merano[editar | editar código-fonte]

Em 1984 Karpov defendeu seu título diante de seu compatriota Garry Kasparov. O match não chegou ao final. Depois de 48 partidas realizadas, já no início de 1985, Karpov vencia por 5 jogos a 3, com 40 empates, precisando de mais uma vitória para manter o título. Diante da perspectiva de a luta prolongar-se, e tendo em vista o estado de exaustão de ambos os jogadores, o então presidente da FIDE, Florencio Campomanes, em circunstâncias até hoje não inteiramente esclarecidas, deu o match por encerrado, com a condição de que um novo match seria disputado ainda em 1985.

Anatoly Yevgenyevich Karpov.

Neste segundo match Karpov foi derrotado pelo mesmo escore, 5 a 3, com o qual havia vencido Kasparov no "match" anterior, perdendo então o título mundial após dez anos de reinado. Tentou reaver o título por três vezes diante do mesmo adversário, em 1986, 1987 e 1990, sem sucesso.

A despeito dessas derrotas, todas bastante apertadas, ao longo da década de 1990 Karpov seguiu sendo um dos principais jogadores do mundo. Conseguiu o feito histórico de alcançar o ELO rating de 2984, no tradicional torneio de Linares, ficando 2,5 pontos à frente de Kasparov.

Em 1993 Kasparov retirou-se da disputa do título mundial da FIDE e criou uma nova associação, como resultado da qual o título mundial de xadrez permaneceu dividido por 14 anos. Com Kasparov fora da disputa, Karpov recuperou o título da FIDE, que manteve até 1999. Nesse ano foi sua vez de retirar-se da disputa, por discordar do novo formato estabelecido pela FIDE para determinar o campeão. Depois disso, Karpov abandonou aos poucos o xadrez competitivo.

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Portador de um estilo único de jogo, Karpov foi bastante influenciado por três campeões mundiais: foi responsável pelo estudo científico de aberturas em desuso na sua época (as mesmas jogadas pelo seu ídolo, José Raúl Capablanca); desenvolveu conceitos de superproteção de casas agudas e estudos sobre reposicionamento das peças, estudo iniciado por Tigran Petrosian, e, por fim, tornou-se um dos jogadores de maior conhecimento em finais de jogo, considerado, assim, por atletas notáveis, como Garry Kasparov e Vassily Smyslov.

Referências

  1. «Rapid Chess». Business World. 6 de janeiro de 2013. Consultado em 15 de outubro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Anatoly Karpov
A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo