Andréa Maciel Pachá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Andréa Pachá)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Andréa Maciel Pachá
Nascimento 4 de janeiro de 1964 (55 anos)
Ocupação juiz
Prêmios Prêmio Bertha Lutz

Andréa Maciel Pachá (Petrópolis, 4 de janeiro de 1964) é uma juíza e escritora brasileira[1].

Formou-se em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Como membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), criou o Cadastro Nacional de Adoção e a Comissão de Conciliação e Acesso à Justiça, além de atuar na implantação das Varas de Violência contra a Mulher em todo o Brasil. Também promoveu campanhas para simplificar a linguagem utilizada nos processos, combatendo o "juridiquês". Pela sua atuação no CNJ, recebeu em 2010 o Diploma Bertha Lutz[2]

Lançou em 2012 o livro A vida não é justa − Amores e outros conflitos reais segundo uma juíz (Editora Agir), em que reuniu casos coletados ao longo de mais de 15 anos em varas de família[3]. Em 2013, tornou-se ouvidora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro[4]. Segredo de Justiça - Disputas, Amores e Desejos Nos Processos de Família Narrados Com Emoção e Delicadeza por uma Juíza em 2014. Em 2018 lançou Velhos são os outros pela Editora Intrínseca.

Ano Título Gênero Editora Adaptado
2012 A Vida Não é Justa Drama Agir Sim
2014 Segredo de Justiça Harpercollins Não
2018 Velhos são os outros ficção Intrínseca

Referências

  1. Perfil: Andréa Pachá Arquivado em 29 de julho de 2014, no Wayback Machine.. Diário de Petrópolis, 24 de fevereiro de 2013
  2. Ex-conselheira do CNJ recebe prêmio Bertha Lutz por defesa dos direitos das mulheres Arquivado em 24 de julho de 2014, no Wayback Machine.. Portal CNJ
  3. Juíza petropolitana lança livro sobre casos ocorridos em varas de família. G1, 8 de novembro de 2012
  4. Juíza Andréa Pachá será a nova ouvidora do TJRJ. Poder Judiciário - Estado do Rio de Janeiro, 3 de junho de 2013