Anfilóquio de Nazianzo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Anfilóquio.
Anfilóquio
Morte século IV
Nacionalidade
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Império Romano
Ocupação Retor e advogado

Anfilóquio (em latim: Amphilochius) foi um romano do século IV.

Vida[editar | editar código-fonte]

Anfilóquio era nativo de Diocesareia (Nazianzo), na Capadócia. Era filho de Filtácio e Gorgônia, esposo de Lívia, pai de Anfilóquio de Icônio, Eufêmio e Teodósia e tio de Gregório de Nazianzo. Era colega de estudos de Libânio e exerceu a função de advogado antes de 361 junto de Ulpiano. Também foi professor de retórica. Morreu na velhice, muito longe de casa. Recebeu a epístola 63 de Gregório, 150 de Basílio de Cesareia e 634 e 371 de Libânio, bem como foi citado nas epístolas 670 e 1140 de Libânio.[1]

Referências

  1. Martindale 1971, p. 58.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, J. R.; A. H. M. Jones (1971). «Amphilochius 2». The Prosopography of the Later Roman Empire, Vol. I AD 260-395. Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press