Anita Hill

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anita Hill
Nascimento 30 de julho de 1956 (65 anos)
Lone Tree
Residência Massachusetts
Cidadania Estados Unidos
Etnia afro-americanos
Alma mater
Ocupação professora, advogada, ativista pelos direitos das mulheres, ativista de direitos humanos
Prêmios
  • Oklahoma Women's Hall of Fame
Empregador Universidade Brandeis, Universidade da Califórnia em Berkeley
Obras destacadas Speaking Truth to Power

Anita Faye Hill (Lone Tree, Oklahoma; 30 de julho de 1956) é uma professora da Universidade de Brandeis (Waltham, Massachusetts), advogada e activista conhecida porque em 1991 acusou o candidato ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Clarence Thomas, de tê-la assediado sexualmente enquanto era seu supervisor na EEOC (Equal Employement Opportunity Commission) na década dos 80. A utilização durante o julgamento do conceito "assédio sexual" significou dar a conhecer e popularizar um termo que desde meados dos anos 70 surgiu nos círculos do movimento feminista radical.[1]

Referências

  1. In Our Time: Memoir of a Revolution. [S.l.: s.n.] p. 281