Anrafel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anrafel
Quintarapastu
Ilustração de Anrafel
Nome completo Amraphel
Nascimento
Provavelmente Sinar (Suméria)
Morte
Desconhecida

No Tanaque ou no Antigo Testamento, Anrafel (em hebraico: אַמְרָפֶל‎; romaniz.: ’Amrāp̄el; em grego: Αμαρφάλ, transl.: Amarphál; em latim: Amraphel) era o rei de Sinar (termo geral para Suméria ou Babilônia), como vê-se em Gênesis 14:1,9. Anrafel invadiu o oeste junto a Quedorlaomer de Elão, Arioque de Elasar e Tidal de Goim e destruiu Sodoma e as outras Cidades da Planície na Batalha do Vale de Sidim.

Identifcações[editar | editar código-fonte]

Quando E. Schrader publicou seu livro Cuneiform Inscriptions and the Old Testament ("Inscrições Cuneiformes e o Antigo Testamento") Anrafel foi, por muito tempo, associado com Hamurabi,[1] supremo governante da Babilônia entre 1 792 a.C. e 1 750 a.C., ano de sua morte. Contudo, de acordo com o "The Oxford Companion to the Bible" (lit. 'Acompanhante Oxford da Bíblia ou Guia Bíblico Oxford'), esse viés tem sido fortemente abandonado em anos recentes. A identificação foi bem difícil de se explicar, embora uma pista parcial seja fornecida pela explicação do nome em uma letra cuneiforme como equivalente a Quintarapastu (lit. 'grande pessoa ou família'). Nesta base, "'an" = "Quinta" e "rafel" = "rapaltu" = "rapastu."[2]

Recentemente, David Rohl identificou Anrafel com Amar-Sim, rei da Terceira dinastia de Ur.[3] No Midras e na literatura rabínica posterior, Anrafel tem sido identificado com Ninrode.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. E. Schrader (1888). Cuneiform Inscriptions and the Old Testament, vol II, pp. 299ff.
  2. «AMRAPHEL». www.jewishencyclopedia.com. Consultado em 7 de maio de 2021 
  3. Rohl 2010, p. 294.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Rohl, David (2010). The Lords of Avaris. [S.l.]: Random House