António Rama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
António Rama
Nascimento 4 de fevereiro de 1944
Verride
Nacionalidade português
Morte 1 de julho de 2013 (69 anos)
Ocupação Actor
IMDb: (inglês)

António Rama (Ereira, 4 de fevereiro de 1944Lisboa, 1 de julho de 2013) foi um actor português, residente da companhia do Teatro Nacional D. Maria II (1981 - 2013), em Lisboa.[1]

Fora isso, trabalhou regularmente em televisão, sendo uma das principais escolhas, por exemplo, de Francisco Moita Flores.

O actor fazia parte da companhia do TNDM desde 1981, tendo-se estreado no teatro em 1964, na Casa da Comédia, com a peça A Farsa de Inês Pereira, de Gil Vicente.

António Rama foi um dos fundadores de A Comuna – Teatro de Pesquisa e do Teatro Experimental de Cascais.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ficha de pessoa». Centro de Estudos de Teatro. Consultado em 17 de Janeiro de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.