António da Silva Túlio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

António da Silva Túlio (Carnide, 15 de Agosto de 1818Lisboa, 4 de Janeiro de 1884) foi um escritor e historiador, funcionário da Biblioteca Nacional de Lisboa, onde foi sucessivamente oficial, conservador e bibliotecário, exercendo interinamente as funções de director na ausência do bibliotecário-mor José da Silva Mendes Leal. Foi diretor de redacção do Arquivo Pitoresco[1] (1857-1868) e colaborou na Revista universal lisbonense (1841-1859), A illustração luso-brasileira[2] (1856-1859) e na Revista Contemporânea de Portugal e Brasil [3] (1859-1865).

Foi membro da primeira hora, em 1861, da Comissão Central 1.º de Dezembro de 1640 contra o iberismo que nessa altura muito se fazia eco na imprensa e política portuguesa[4].

Referências

  1. Rosa Esteves. «Ficha histórica: Archivo pittoresco : semanário illustrado» (PDF). Universidade de Aveiro. Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 3 de Junho de 2014 
  2. «A illustração luso-brasileira: jornal universal (1856-1859)». [cópia digital, Hemeroteca Digital] 
  3. Pedro Mesquita (6 de dezembro de 2013). «Ficha histórica:Revista Contemporânea de Portugal e Brasil (1859-1865)» (PDF). Hemeroteca Municipal de Lisboa. Consultado em 13 de Abril de 2014 
  4. Carlos Vieira da Rocha, Anuário da Sociedade Histórica da Independência de Portugal,1978-5 fev. 1987, Edição S. H. I. P., Junho de 1998, Lisboa