Antônio Guedes Muniz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Antônio Guedes Muniz
Nascimento 12 de junho de 1900
Maceió
Morte 28 de junho de 1985 (85 anos)
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Rio de Janeiro

Antonio Guedes Muniz (Maceió, Alagoas, 12 de junho de 190028 de junho de 1985) foi o pioneiro da indústria aeronáutica brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Antônio Guedes Muniz e Clyde Whaley.

Após passar por um colégio de padres, o jovem Muniz embacou para o Rio de Janeiro,onde ficou interno no Colégio Anglo-Brasileiro.

Ao terminar os preparatórios, inscreveu-se no concurso para a Escola Politécnica do Rio de Janeiro, sendo aprovado e matriculado em 1918. Em 18 de janeiro de 1921, saiu da escola como aspirante da Arma de Engenharia. Passou a servir na Companhia de Aviação da Arma de Engenharia, sediada em Marechal Hermes, cuja missão principal era a manutenção do Campo dos Afonsos, para ele completamente desconhecido, pois não possuía qualquer interesse pela Aviação. Isso mudou, quando, em abril de 1921, fez alguns voos em avião com o então capitão Marcos Evangelista da Costa Villela Junior, a convite deste.

Em 13 de janeiro de 1923 casou-se com Lúcia da Rocha e Silva. Nesse mesmo ano organizou e foi Chefe do Primeiro Serviço Meteorológico da Aviação Militar. Em agosto de 1925 partiu para a França a fim de cursar Engenharia Aeronáutica. Durante o curso projetou os aviões M-1, M-2, M-3, M-4 e M-5. Este último 5 foi construído em 1929 pela fábrica Caudron, tendo feito todos os seus voos de teste na França, sendo homologado pelo Serviço Técnico da Aeronáutica Francesa.

Em 1958 publicou o livro Um mundo mais humano.[1]

Promoções[editar | editar código-fonte]

Em 7 de setembro de 1922, exatamente no centésimo aniversário da Independência do Brasil, foi promovido a primeiro-tenente. Em 9 de fevereiro de 1928, tornou-se major; em 29 de março de 1934, tenente-coronel, e em 7 de setembro de 1938, coronel. Em 6 de abril de 1942, foi promovido a brigadeiro-do-ar, tendo sido o ofical mais novo elevado ao generalato.

Em 10 de dezembro de 1950, foi distinguido com a Ordem do Mérito Aeronáutico, grau de Grande Oficial[2]

Referências

  1. Antonio Guedes Muniz, pioneiro da indústria aeronáutica brasileira, Patronos do INCAER. Rio de Janeiro: INCAER, 2008, p. 147-155.
  2. A Manhã, Rio de Janeiro, 10/12/1950, p. 13