Antônio de Souza Ferreira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Antônio de Souza Ferreira
Data de nascimento 11 de março de 1980
Data de morte 16 de setembro de 2008 (28 anos)
Local de morte Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade(s) Brasil brasileira
Crime(s) Formação de quadrilha, Tráfico de drogas e Homicídios

Antônio de Souza Ferreira, o Tota, foi um traficante de drogas brasileiro, chefe, que ficou conhecido por ser o líder do crime organizado nos complexos do Alemão e da Penha.

Sua principal característica é a violência, e crueldade contra qualquer um que se opõe às suas ordens, assassino de policiais. Esteve durante cerca de três anos como número um na lista de procurados pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, desde que se estabeleceu no complexo do Alemão, vindo da favela do Caramujo, em Niterói. Sua captura motivou a série de operações que resultou na ocupação do Alemão em 2007.

Ex-homem de confiança de Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, Tota teria sido morto em setembro de 2008 por ordem de Fernandinho Beira-Mar.[1][2]

Referências