Antiga Cidade de Gadamés

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pix.gif Antiga Cidade de Gadamés *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Ghadames, 2006.jpg
Antiga Cidade de Gadamés.
País  Líbia
Critérios C (v)
Referência 362 en fr es
Coordenadas 30º 8' N 9º 30' E
Histórico de inscrição
Inscrição 1986  (10.ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A Antiga Cidade de Gadamés é um Património Mundial da UNESCO (desde 1986) [1]na parte oeste da Líbia. A cidade, conhecida como "A Pérola do Deserto" situa-se num oásis e é uma das mais antigas cidades saarianas.

O oásis tem cerca de 7 mil habitantes, berberes e alguns tuaregues. Cada um dos sete clãs que habitavam na antiga cidade tinha o seu bairro, e cada bairro tinha uma zona pública onde tinham lugar as festas. Na década de 1970, o governo construiu novas habitações fora da zona antiga da cidade. No entanto, muitos habitantes regressam à zona antiga da cidade durante o verão, pois a arquitectura tradicional fornece melhor protecção contra o calor.

Os primeiros registos de Gadamés datam do período romano, durante o qual a cidade teve por vezes tropas. Durante o século VI, viveu aqui um bispo após a conversão da população ao Cristianismo pelos bizantinos. Durante o século VII, Gadamés foi governada pelos árabes muçulmanos. A população rapidamente se converteu ao Islão. Gadamés teve um papel importante como base do comércio transaariano até ao século XIX.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Panorama da Antiga Cidade de Gadamés.

Referências

  1. «UNESCO». Consultado em 15 de junho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]