Apartamentos Novocomum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os apartamentos Novocomum (1928), projectados por Giuseppe Terragni, apelidados, vulgarmente de Transatlântico devido à sua forma, constituem o primeiro exemplo concreto da arquitectura do racionalismo italiano, um ano depois de este mesmo arquitecto ter apresentado os seus primeiros projectos na III Bienal de Monza.

Dispondo-se de forma simétrica, com uma altura de cinco andares e um comprimento de 63,5 m, ostenta uma fachada principal em ângulo onde, na extremidade do terceiro e quarto andar (contando como primeiro andar o rés-do-chão), se abre um espaço vazio que expõe uma espécie de coluna cilíndrica de janelas de vidro apenas cortada pela sacada do terceiro andar [1]. O andar superior avança de forma angulosa, dando o aspecto naval que mereceu a alcunha dada ao projecto. Kenneth Frampton, na sua "História Crítica da Arquitectura Moderna" aparenta o estilo desta obra ao Construtivismo russo (e ao projecto inicial de Ivan Golossov para o Clube dos trabalhadores Zuyev), afastando-a dos cânones do Purismo (Le Corbusier) que, em princípio, estaria mais de acordo com os objectivos do racionalismo italiano.

Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.