Araçá-roxo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaAraçá-roxo
[[Imagem:
araçá roxo
|250px|]]

Estado de conservação
 ?
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Myrtales
Família: Myrtaceae
Género: Psidium
Espécie: P. myrtoides
Nome binomial
Psidium myrtoides
O. Berg 1857

O araçá-roxo (Psidium myrtoides O. Berg) é uma árvore brasileira da floresta ombrófila densa da Mata Atlântica, não pioneira, restrita ao litoral norte do estado de São Paulo, ameaçada de extinção.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

Árvore de 4 a 8 m de altura, de copa colunar. Semidecídua, é árvore clímax xerófita, de dispersão descontínua, exclusiva de solos secos, argilosos, profundos e férteis. Desenvolve-se lentamente.

Tronco ereto pouco sulcado, de até 35 cm de diâmetro, casca fina quase lisa, que descama em placas delgadas.

Folhas simples opostas, coriáceas, glabras, com até 8 cm de comprimento.

Flores solitárias, axilares, opostas, brancas, formadas de outubro a dezembro. As flores são apícolas.

Frutos: bagas globosas, brilhantes, com polpa carnosa e adocicada, contendo uma única semente. Amadurecem de maio a julho. São muito apreciados por pássaros, responsáveis pela dispersão das sementes (zoocoria).

Ocorrência[editar | editar código-fonte]

Endêmica da floresta estacional semidecidual da Mata Atlântica do estado de São Paulo.[2]

Referências

  1. Instituto de Botânica de São Paulo
  2. Lorenzi, Harri: Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil, vol. 2. Instituto Plantarum, Nova Odessa, SP, 2002, 2a. edição. ISBN 85-86174-14-3
Ícone de esboço Este artigo sobre árvores, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.