Arcanobacterium haemolyticum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Como ler uma infocaixa de taxonomiaArcanobacterium haemolyticum
Arcanobacterium haemolyticum after 48 hours.jpg
Classificação científica
Domínio: Bacteria
Filo: Actinobacteria
Classe: Actinobacteria
Ordem: Actinomycetales
Família: Actinomycetaceae
Gênero: Arcanobacterium
Espécie: A. haemolyticum
Nome binomial
Arcanobacterium haemolyticum
(ex Mac Lean et al. 1946) Collins et al. 1983

Arcanobacterium haemolyticum, anteriormente conhecido como Corynebacterium haemolyticum, é uma bactéria bacilar gram-positiva, catalase-negativa, aeróbica, beta-hemolítica, imóvel, de crescimento lento e flora normal da faringe, mas que pode causar infecções de cabeça e pescoço e faringite.[1]

Patologia[editar | editar código-fonte]

Infecção por A. haemolyticum é mais comum em pessoas de 15 a 25 anos de idade e se manifesta como faringite e/ou amigdalite exsudativa acompanhados por linfadenopatia cervical e rash cutâneo. Os sintomas são semelhantes aos causados por estreptococos β-hemolíticos (escarlatina) ou infecção viral. Raramente causa sinusite ou infecções sistêmicas e profundas, como endocardite, bacteremia, sepse grave, osteomielite, meningite, abcesso cerebral e pneumonia.[2]

Cultivo[editar | editar código-fonte]

É melhor cultivado em 48 horas de incubação agar de soja tripticase com 5% de sangue de cavalo e 5% de CO2. Incubação por 72 horas revela características da colônia do organismo: circular, discoide, opaco e pequenas colônias esbranquiçadas de 0,5 mm de diâmetro com uma estreita zona de hemólise completa em ágar sangue de ovelha ou cavalo.[3]

Tratamento[editar | editar código-fonte]

Em ágar é susceptível a eritromicina (proposto o fármaco de primeira linha), clindamicina, gentamicina e cefalosporinas.

Referências

  1. http://www.antimicrobe.org/new/b78.asp
  2. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2644988/
  3. García de la Fuente C, Campo-Esquisabel AB, Unda F, Ruíz de Alegría C, Benito N, Martínez-Martínez L. Comparison of different culture media and growth conditions for recognition of Arcanobacterium haemolyticum. Diagn Microbiol Infect Dis 2008;61:232-4. [PubMed]