Aristid von Grosse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aristid von Grosse (Riga,[1] janeiro de 1905Laguna Hills, 21 de julho de 1985) foi um químico nuclear alemão radicado nos Estados Unidos. Durante seu trabalho com Otto Hahn, ele teve acesso a material radioativo oriundo da produção de rádio e com esse material foi capaz de isolar um óxido de protactínio[2] e mais tarde foi capaz de produzir protactínio metálico[3] [4] pela decomposição de um iodeto de protactínio.

Ele faleceu de pneumonia em Laguna Hills, Califórnia em julho de 1985.[5]

Referências

  1. Weiner, Charles. «The Niels Bohr Library & Archives: Interview with Dr. Aristid Grosse». Philadelphia: American Institute of Physics.  Parâmetro desconhecido |dtae= ignorado (Ajuda)
  2. Aristid von Grosse (1928). «Das Element 91; seine Eigenschaften und seine Gewinnung». Berichte der deutschen chemischen Gesellschaft [S.l.: s.n.] 61 (1): 233–245. doi:10.1002/cber.19280610137. 
  3. Aristid von Grosse (1934). «Element 91». Science [S.l.: s.n.] 80 (2084): 512–516. doi:10.1126/science.80.2084.512. 
  4. [S.l.: s.n.] doi:10.1002/cber.19350680218.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  5. «Aristid V. Grosse, 80; Did A-Bomb Research». The New York Times. 23 de julho de 1985.