Saltar para o conteúdo

Arturo Gatti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arturo Gatti
Arturo Gatti
Nascimento 15 de abril de 1972
Cassino
Morte 11 de julho de 2009 (37 anos)
Porto de Galinhas
Cidadania Canadá
Estatura 171 cm
Ocupação pugilista
Prêmios
  • Quebec Sports Hall of Fame
  • The Ring magazine Comeback of the Year (2002)
Causa da morte asfixia

Arturo Gatti (Cassino, 15 de abril de 1972Ipojuca, 11 de julho de 2009) foi um lutador de boxe profissional ítalo-canadense.

Iniciou sua carreira no ano de 1991,[1] tendo ganhado o cinturão mundial de superpenas de 1995, ao vencer o lutador norte-americano Tracy Harris Patterson. Em 2004, novamente ganhou o título mundial na categoria superleves, por nocaute, sobre o italiano Gianluca Branco.[1] Sua esposa, Amanda Rodrigues, com quem Arturo teve um filho, o encontrou morto, no dia 11 de julho de 2009, num apartamento alugado em Porto de Galinhas, com marcas na cabeça e pescoço.[1] Suspeitou-se de que a causa da morte foi suicídio, mas autoridades americanas e canadenses questionam essa versão.

Notas e referências

  1. a b c Abril. «Bicampeão mundial de boxe é encontrado morto em Pernambuco». Consultado em 11 de julho de 2009 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Arturo Gatti