Auroville

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Auroville, A Cidade da Aurora, conhecida como "A Cidade do Amanhecer", é uma povoação internacional ou ecovila, fundada em 1968[1], na costa do Tamil Nadu[2], perto de Pondicherry, no sul da Índia, construída com o propósito de realizar a unidade humana comunitária na diversidade, onde todos, pudessem viver em harmonia, independentemente de nacionalidade, raça, crença e politica[3].

Conta atualmente com cerca de 2 mil pessoas, um terço das quais indianas e as demais originárias de 35 países do mundo todo, inclusive do Brasil.

Foi fundada dentro dos princípios da ioga integral, criada por Mira Alfassa, desenvolvida por ela e seu guru Sri Aurobindo.

O município foi criado com o apoio do governo indiano, da UNESCO e de simpatizantes de todo o mundo, mas está se tornando cada vez mais auto-suficiente ao longo do tempo[4][5].

A cidade tem a forma de uma espiral para simbolizar a evolução humana e no centro ergue-se o Templo de Matrimandir[6].

O sistema económico e financeiro funciona entre eles num sistema de trocas de serviço (Economia de oferta). Para dar consistência à sua autossustentabilidade desta cidade e seus habitantes, estes construíram nomeadamente vinte quintas, uma rede de distribuição dos alimentos e um supermercado cooperativo, restaurantes, artesanato, espaços de energias alternativas, entre outros[7].

Carta Constitucional de Auroville[editar | editar código-fonte]

  1. Auroville não pertence a ninguém em particular. Pertence à Humanidade como um todo. Mas para viver em Auroville é necessário ser o servidor voluntário da Consciência Divina.
  1. Será o lugar de uma educação sem fim, de um progresso constante e de uma juventude que nunca envelhece.
  1. Quer ser a ponte entre o passado e o futuro. Aproveitando todas as descobertas interiores e exteriores, Auroville dará um salto decisivo em direção a realizações futuras
  1. Será um lugar de pesquisas materiais e espirituais para uma manifestação concreta e viva de uma Unidade Humana real[8].

Outras comunidades[editar | editar código-fonte]

  • Arcosanti no Arizona , onde vivem, mais ou menos 150 pessoas.
  • Findhorn na Escócia, onde eles vivem, mais ou menos 1.000 pessoas.
  • Inkiri Piracanga na Bahia, nordeste do Brasil, o número exato de habitantes é desconhecido.
  • Tamera no Alentejo, no Sul de Portugal, onde vivem aproximadamente 160 pessoas.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.