Subdivisões da Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Divisões administrativas da Índia. Se a fusão não for óbvia, por favor crie um espaço de discussão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Em marcações antigas é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Verifique ambas (1, 2) e leve toda a discussão quando levar o caso para a central. (desde julho de 2012)

A Índia está subdividida em 28 estados, seis territórios federais e ainda o território da capital nacional de Deli.

Mapa da Índia com a divisão em estados e territórios.

Estados:

  1. Andhra Pradesh
  2. Arunachal Pradesh
  3. Assam
  4. Bengala Ocidental
  5. Bihar
  6. Chhattisgarh
  7. Goa
  8. Guzerate
  9. Haryana
  10. Himachal Pradesh
  11. Jammu e Caxemira
  12. Jharkhand
  13. Karnataka
  14. Kerala
  15. Madhya Pradesh
  16. Maharashtra
  17. Manipur
  18. Meghalaya
  19. Mizoram
  20. Nagaland
  21. Orissa
  22. Punjabe
  23. Rajastão
  24. Siquim
  25. Tâmil Nadu
  26. Telangana
  27. Tripura
  28. Uttar Pradesh
  29. Uttarakhand

Territórios federais:

  1. Ilhas Andamão e Nicobar
  2. Chandigarh
  3. Dadrá e Nagar-Aveli
  4. Damão e Diu
  5. Laquedivas
  6. Território da Capital Nacional de Deli
  7. Pondicherry

História[editar | editar código-fonte]

Pré-1956[editar | editar código-fonte]

O subcontinente indiano foi governado por uma multiplicidade de grupos étnicos ao longo de sua história, e cada um deles impunha a sua própria divisão administrativa. A atual subdivisão da Índia começou a tomar forma ainda durante o regime colonial britânico. A Índia britânica chegou a incluir todo o atual território indiano e os modernos Paquistão e Bangladesh, além de protetorados no Nepal, Afeganistão e Birmânia (atual Mianmá). Naquele período histórico, as diversas regiões da Índia eram governadas pelos britânicos diretamente ou por meio de rajás locais. A independência, em 1947, preservou em grande medida as divisões existentes, com exceção de áreas como o Punjabe, que foram partilhadas entre a Índia e o Paquistão. Um dos primeiros desafios do novo país foi integrar o grande número de estados principescos à união.

Verificou-se após a independência um período de instabilidade, já que muitos dos estados haviam sido criados arbitrariamente pelos britânicos para atender a seus interesses coloniais e não refletiam, necessariamente, a vasta diversidade étnica do subcontinente. As tensões étnicas levaram o parlamento indiano a reorganizar o país segundo critérios étnicos e lingüísticos em 1956.

Pós-1956[editar | editar código-fonte]

Em 1962, as antigas colônias francesas e portuguesas foram incorporadas à República da Índia na forma dos territórios federais de Pondicherry, Dadrá, Nagar Haveli, Goa, Damão, e Diu.

Muitos estados e territórios novos foram criados a partir dos estados existentes em 1956. O estado de Bombaim foi dividido, por critérios lingüísticos, nos novos estados de Guzerate e Maharashtra em 1º de maio de 1960. Em 1966, o estado do Punjabe foi dividido conforme critérios lingüísticos e religiosos de modo a criar o estado de Haryana (hindu e de fala híndi), a transferir os distritos setentrionais do Punjabe para o estado de Himachal Pradesh e a definir a cidade de Chandigarh (um território federal) como a capital compartilhada dos estados do Punjabe e de Haryana. Nagaland tornou-se um estado em 1962, Meghalaya e Himachal Pradesh, em 1971, e Tripura e Manipur, em 1972. Naquele ano, Arunachal Pradesh tornou-se um território federal. O Reino do Siquim foi anexado à Índia como um estado em 1975. Mizoram tornou-se um estado em 1986, e Goa e Arunachal Pradesh, em 1987; os enclaves goenses de Damão e Diu tornaram-se um território federal separado. Em 2000, criaram-se três novos estados: Jharkhand (a partir dos distritos meridionais de Bihar), Chhattisgarh (a partir do leste de Madhya Pradesh) e Uttarakhand (a partir do noroeste de Uttar Pradesh). Os territórios federais de Deli e de Pondicherry receberam o direito de eleger seus próprios legislativos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira da Índia Índia
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Religiões • Subdivisões • Imagens