Índia do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As regiões normalmente consideradas como integrando a "Índia do Norte"

Designa-se como Índia do Norte, com o nome local Uttar Bhārat (Devanagari: उत्तर भारत, Nastaleeq: اُتر بھارت) ou Shumālī Hindustān (Devanagari: शुमाली हिन्दुस्तान, Nastaleeq: شُمالی ھندوستان), uma região de contornos não formalizados na região setentrional da Índia. O termo preciso varia com o uso e contexto, sendo as características geográficas dominantes a Planície Indo-Gangética e o Himalaia, que separam a região do Tibete e da Ásia Central. A Índia do Norte tem sido o centro histórico dos impérios Máuria, Gupta, Mogol, Maratha, Sikh e Britânico Indiano. Tem uma cultura muito diversa e inclui centros de peregrinação hindus como Char Dham, Haridwar, Mathura, Allahabad e Varanasi, o budista Templo Mahabodhi, o Templo Dourado do Sikhismo e o destino islâmico de peregrinação de Ajmer, e locais classificados como património mundial como o Vale das Flores, Khajuraho, Grutas de Bhimbetka, Qutb Minar e o Taj Mahal.

Normalmente são considerados como integrando a Índia do Norte os estados de Jammu e Caxemira, Himachal Pradesh, Uttarakhand, Haryana, Punjab, Rajastão, Uttar Pradesh, Bihar, Jharkhand, Chhattisgarh e Madhya Pradesh. A sua população totalizava mais de 504 milhões de habitantes em 2011.

As línguas indo-arianas predominam na Índia do Norte. Isto inclui o chamado Cinturão Hindi, onde o hindi e restantes línguas associadas predominam. Antes da Partição da Índia, também eram incluídas as províncias paquistanesas de Sindh[1] e Punjab, e a parte oriental da Província da Fronteira Noroeste até ao vale de Peshawar onde se falam dialetos da língua punjabe e língua hindko.[2] Assim excluem-se vários dos sete estados da Índia do Nordeste (exceto Assam e Sikkim).[3] [4]

Referências

  1. Sheldon I. Pollock, "Literary Cultures in History: Reconstructions from South Asia", University of California Press, 2003, ISBN 0-520-22821-9.
  2. Dhanesh Jain e George Cardona, "The Indo-Aryan Languages", Routledge, 2003, ISBN 0-7007-1130-9.
  3. Golockchandra Goswami (1982), Structure of Assamese, Dept. of Publication, Gauhati University, http://books.google.com/books?id=dwwIAQAAIAAJ, "... Assamese is an Indo-Aryan language originated from the Vedic dialects, and therefore, a sister of all the northern Indian languages of the country ..." 
  4. Peter Austin (2008), One thousand languages: living, endangered, and lost, University of California Press, ISBN 9780520255609, http://books.google.com/books?id=Q3tAqIU0dPsC, "... Nepali is an Indo-Aryan language spoken in Nepal, in the north Indian state of Sikkim and some other parts of India, and in Bhutan and Burma ..." 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Índia do Norte
Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete North India.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.