Batalha de Copenhaga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Batalha de Copenhaga
Parte da Segunda Coligação
PocockBattleOfCopenhagen.jpg
Batalha de Copenhaga, pintado por Nicholas Pocock.
Data 2 de abril de 1801
Local Porto de Copenhaga
Desfecho Vitória britânica
Combatentes
Reino Unido Reino Unido Dinamarca Dinamarca e Noruega
Principais líderes
Reino Unido Hyde Parker
Reino Unido Horatio Nelson
Reino Unido Thomas Graves
Naval Ensign of Denmark.svg Olfert Fischer
Naval Ensign of Denmark.svg Steen Andersen Bille
Forças
12 navios de linha
5 fragatas
7 navios bombardeio
6 chalupas
9 navios de linha
11 chalupas
17 outros navios de guerra
1 bateria de artilharia em terra
2 000 soldados de infantaria
Vítimas
1 200 mortos ou feridos 1 600 mortos ou feridos

A Batalha de Copenhague foi um confronto naval entre a frota britânica (38 navios) comandada pelo almirante Sir Hyde Parker e a marinha dinamarquesa (36 navios), comandada por Olfert Fischer Steen Bille, ao largo de Copenhague, em 2 de Abril de 1801.[1] O resultado da batalha foi uma vitória estratégica para os britânicos.[1]

O ataque inicial foi liderado pelo vice-almirante Horatio Nelson, que desobedecendo às ordens de Parker para se retirar, destruiu os navios dinamarqueses antes de um acordo de tréguas ser assinado.[1] A Batalha de Copenhague é considerada como o mais difícil confronto naval de Nelson, mesmo comparando com a Batalha de Trafalgar.

Referências

  1. a b c «The Battle of Copenhagen». britishbattles.com. Consultado em 26 de abril de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Guerras Napoleónicas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha de Copenhaga