Beatriz de Frangepan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Beatriz de Frangepan
Princesa
Banessa da Croácia e Dalmácia
Duquesa da Eslavônia
Nascimento 1480
Morte 27 de março de 1510 (30 anos)
Cônjuge João Corvino
Jorge, Margrave de Brandemburgo-Ansbach
Descendência Isabel Corvino
Cristóvão Corvino
Casa Frankopan
Hunyadi (por casamento)
Hohenzollern (por casamento)
Pai Bernardin Frankopan
Mãe Luísa Marzano de Aragão

Beatriz de Frangepan (em croata: Beatrica Frankopan, em húngaro: Frangepán Beatrix; 1480c. 27 de março de 1510) [1] foi uma princesa croata. Ela foi banessa da Croácia e Dalmácia pelo seu primeiro casamento com João Corvino, e posteriormente, foi casada com Jorge, Margrave de Brandemburgo-Ansbach.

Família[editar | editar código-fonte]

Beatriz foi a quinta criança e a segunda filha nascida do diplomata Bernardin Frankopan, príncipe de Krk e Modruš e de sua esposa, Luísa Marzano de Aragão. Seus avós paternos eram Estêvão III Frankopan de Modruš e Isotta de Este, princesa de Ferrara. Os seus avós maternos eram João Francisco Marino Marzano, príncipe de Rossano, e a princesa Leonor de Aragão.

Ela teve sete irmãos: Cristóvão, conde de Veglia, Zengg e Modruš e ban da Croácia; Matias; João, arcebispo de Kalocsa e depois de Eger; Isotta; Maria Madalena; Fernando, bispo de Modruš, que depois resignou ao cargo, e Catarina.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Beatriz casou-se com João Corvino, em Bihać, na atual Bósnia e Herzegovina, no ano de 1496. Ele era um filho ilegítimo do rei Matias I da Hungria e de sua amante, Barbara Edelpöck. O casamente resultou em dois filhos.

Após a morte do marido em 12 de outubro de 1504, ela herdou o Castelo de Corvin e passou a administrar as propriedades de seus filhos, Cristóvão e Isabel. Com a morte deles, possivelmente proveniente de envenenamento, em 1508, e depois em 1505, respectivamente, foi extinta a família Hunyadi.

Alguns anos depois, em 21 de janeiro de 1509, na cidade húngara de Gyula, a viúva casou-se com marquês Jorge, sobrinho do rei Ladislau II da Hungria, quem arranjou a união. Jorge era filho de Frederico I, Margrave de Brandemburgo-Ansbach e de Sofia da Polônia.

Em 6 de janeiro de 1511, o marquês recebeu a posse do castelo, da fortaleza de Lipova, hoje na Romênia, além de 252 vilas. Graças a herança de sua esposa, ele se tornou um dos mais ricos proprietários de terra da Hungria. [2]

A princesa faleceu em 27 de março de 1510, com cerca de 30 anos de idade.

Descendência[editar | editar código-fonte]

De seu primeiro casamento:

  • Isabel Corvino (21 de dezembro de 1496 – 1508)
  • Cristóvão Corvino (8 de agosto de 1499 – 17 de março de 1505)

Referências