Bengt Andersson Qvist

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bengt Andersson Qvist
Conhecido(a) por melhorias nos métodos de fabricação do aço na Suécia
Nascimento 21 de outubro de 1726
Estocolmo, Suécia
Morte 20 de dezembro de 1792 (63 anos)

Bengt Andersson Qvist foi um químico e mineralogista sueco.[1] Foi o assistente de Sven Rinman[2]e após uma visita a uma fábrica de ações na Inglaterra, construiu uma planta de demonstração na Suécia.[3] Em 1754, examinou a molibdenita e determinou que esta não continha chumbo, e portanto não era o mineral galena, o que foi posteriormente confirmado por Carl Wilhelm Scheele e culminou com a descoberta do Molibdênio.[4]

Referências

  1. «Bengt Andersson Qvist» 
  2. The Scandinavian economic history review, Band 8-10. [S.l.: s.n.] 1960. p. 83 
  3. Chris Evans; Göran Rydén. «The Enlightenment, Industrial Development and the Industrial Enlightenment – Questions about a Useful Knowledge in Iron Making» (PDF) 
  4. Van der Krogt, Peter (10 de janeiro de 2006). «Molybdenum». Elementymology & Elements Multidict. Consultado em 20 de maio de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.