Bernardo Couto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Bernardo Couto (Lisboa, 12 de Dezembro de 1979) é um guitarrista de fado português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Couto começou a tocar guitarra portuguesa aos 14 anos tendo como mestre o guitarrista Carlos Gonçalves. Mais tarde teve como mestres os guitarristas Paulo Parreira, Ricardo Rocha e Pedro Caldeira Cabral.

Licenciou-se em Direito e começou a exercer Advocacia mas em 2006 deixou o Direito para se dedicar inteiramente ao fado. Desde aí já acompanhou inúmeros fadistas tais como Camané, Cristina Branco, Ana Moura e Raquel Tavares, tendo tocado em países como Espanha, França, Holanda, Dinamarca, Chile, Argentina, Hong Kong, etc.

Fez também parte do trio de fado que acompanhou os fadistas no espectáculo “Cabelo Branco é Saudade” de Ricardo Pais.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.